RCB/TuneIn
Terça, 26 Set 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
VÍTOR PEREIRA DIZ QUE PROTESTO TEVE FINS ELEITORALISTAS
Rádio Cova da Beira
Vítor Pereira está convencido que o protesto desta manhã na escola Montes Hermínios no Tortosendo nunca teria acontecido se a altura não fosse de campanha eleitoral. É que apesar de tudo escola abriu com melhores condições do que no ano passado uma vez que foram resolvidos os problemas da acumulação de águas no recreio e aumentado o numero de sanitários.
Por Paula Brito em 13 de Sep de 2017

A intervenção de  fundo será feita nas férias de verão do próximo ano uma vez que o empreiteiro não conseguia terminar a obra a tempo do inicio do ano lectivo como explicou na reunião publica do executivo, o director do departamento de obras, Jorge Vieira.

“A escola de Montes Hermínios, com mais quatro, integram um grupo de cinco do Agrupamento de escolas Frei Heitor Pinto, logo que a adjudicação da empreitada foi feita reunimos com o empreiteiro que só conseguia ter prontas no inicio do ano escolar três, as que ficavam de fora eram a escola Montes Hermínios e Unhais da Serra. Como tínhamos consciência que o principal problema era a acumulação de águas no recreio aquilo que pedimos ao empreiteiro era que pelo menos essa parte fosse resolvida e foi isso que foi programado, com conhecimento do Agrupamento”.

A autarquia decidiu entretanto resolver o problema dos sanitários insuficientes. Para Vítor Pereira ficam assim provadas as motivações políticas do protesto. “Acho que fica demonstrada a falta de razão e a forma acintosa com que se instrumentalizam situações para fins meramente político partidários e eleitoralistas, aliás, tenho a certeza que esta questão jamais teria sido suscitada se não estivéssemos em período eleitoral”.

A intervenção nas escolas do Tortosendo e unhais da serra ficará para o verão do próximo ano. 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados