RCB/TuneIn
Segunda, 22 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
DISTRITAL - VIT?RIA DIFICIL DO ALCAINS
O Alcains venceu mas teve de puxar dos gal?es , para levar de vencida um Pedr?g?o bastante melhor , em rela??o ?s ?ltimas partidas .
Por Jo√£o Perquilhas em 29 de Dec de 2007

Os donos do terreno entraram bem no jogo e logo empurraram os forasteiros para perto da sua área , criando mesmo uma clara situação de golo ao 3º minuto , que no entanto , Vieira , bem servido por Manoel , desperdiçaria cabeceando a razar a trave . Pouco depois seria Ricardo Costa a rematar ligeiramente ao lado , após fuga pela direita,  logo se pensou que seriam favas contadas . Puro engano ! É que , os pupilos de Xana , conseguiram primeiro sacudir a pressão , adiantando-se no terreno de jogo e, depois , começaram a criar problemas inesperados ao último reduto caseiro . Aos 11` Vítor teve tudo para marcar e assim causar surpresa , mas , o seu remate , já no interior da área , acabou por sair ao lado . Este lance enervou os da casa , ao mesmo tempo que  dava alento aos de Pedrógão que passaram então de dominados a dominadores . Durante cerca de trinta minutos  um atónito Alcains não conseguia travar as investidas contrárias e os sobressaltos junto à sua baliza sucediam-se . Filipe , aos 27 minutos só não deu vantagem aos forasteiros  porque o seu primeiro remate e, também a recarga, foram devolvidos pelo aglomerado de pernas canarinhas junto à sua linha de baliza  o que deixava o técnico alcainense bastante irritado com os seus jogadores . A seis minutos do intervalo  Manoel dava uma sapatada no jogo obrigando Pedro Raposo a defesa a meias com a trave e, a tendência passou então a inverter-se , embora até ao intervalo nada mais houvesse a registar .

De facto , para a segunda metade o Alcains apareceu mais compenetrado , mais audaz e autoritário e como também a estratégia de Xana passava por dar a iniciativa de jogo ao adversário , tentando depois o contra ataque , o jogo passou a ser mais disputado no meio campo defensivo visitante . Num rápido contra ataque , que resultou em canto , Roque cabeceou com muito perigo ao lado da baliza de Manuel Silva e no lance seguinte  o Alcains acabaria por sentenciar o jogo . Vieira bateu um pontapé de canto ao qual Quinzinho correspondeu em pleno , cabeceando forte e colocado para o fundo das redes de Pedro Raposo , dando assim vantagem e confiança à sua equipa . O golo sofrido mexeu animicamente com a turma visitante  que não mais foi capaz de incomodar sériamente o guardião da casa . Em vantagem , o Alcains podia, finalmente, puxar dos galões e mostrar, então, períodos de bom futebol , com boa circulação de bola a toda a largura do terreno de jogo . Fruto deste ascendente , Ricardo Costa esteve uma vez mais perto de marcar , mas o seu remate acabaria por ser desviado para o poste e assim o marcador acabou por não sofrer mais alterações .

Vitória certa da equipa do Alcains , que foi bastante valorizada pela réplica do Pedrógão .

Boa arbitragem de Ricardo Fontes e seus pares .

 

 

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados