RCB/TuneIn
Domingo, 20 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“UM SONHO TORNADO REALIDADE”
Rádio Cova da Beira
Um ano depois de ter entrado em funcionamento, está oficialmente inaugurada a estrutura residencial para idosos de Colmeal da Torre. Trata-se de uma unidade com capacidade para 20 camas, que tem a capacidade esgotada e uma larga lista de espera, e que representou um investimento de 327 mil euros.
Por Nuno Miguel em 29 de Jul de 2017
Para o presidente da assembleia geral do centro social daquela localidade, a abertura de portas desta estrutura foi “um sonho tornado realidade”. Mas aproveitando a presença do ministro da solidariedade social, José Carlos Gonçalves, solicitou o apoio do estado no sentido de ser assegurada comparticipação pública para os utentes “até à data ainda não possuímos qualquer acordo ao nível da estrutura residencial. Submetemos recentemente uma candidatura para esse efeito e aguardamos que os critérios nos possam contemplar por forma a melhor garantir a estabilidade financeira da instituição e, principalmente, poder reduzir a mensalidade dos nossos utentes e famílias que hoje fazem um significativo esforço financeiro para garantir a prestação deste importante serviço comunitário”. 
Já o presidente da câmara de Belmonte refere que com esta estrutura o concelho completa uma rede de equipamentos de apoio às populações mais idosas. Uma aposta que, afirma António Dias Rocha, valeu a pena “hoje podemos dizer com orgulho que todas as freguesias tem estruturas de apoio aos idosos e mais importante que as obras em si é o serviço que é prestado às nossas populações. É certo que tivemos o apoio do governo nesse sentido mas a autarquia despendeu verbas avultadas. Só nas quatro instituições que hoje visitámos a câmara investiu mais de um milhão e 200 mil euros das suas receitas próprias. Mas valeu a pena. Não nos arrendemos porque o mais importante são as pessoas e para além da criação de condições para as apoiar, foram criados mais de uma centena de postos de trabalho”.  
Na resposta ao repto lançado pelos dirigentes do centro social, Vieira da Silva sublinha que está actualmente a decorrer o concurso para a contratualização de apoios com as IPSS. O ministro da solidariedade não assume quaisquer compromissos em relação a este caso concreto mas sublinha que “para o município de Belmonte as transferências da segurança social são de um milhão e 300 mil euros todos os anos. É muito. É. É pouco. É. Temos que aumentar este apoio e podemos fazê-lo desde que se trabalhe com consistência e convicção. Foi por isso que criámos um processo aberto e transparente para reforço dos acordos de cooperação com as instituições de solidariedade social. O concurso está neste momento a decorrer, com uma dotação financeira significativa, e assim vai acontecer nos próximos anos para que esse tipo de apoios possa ser alargado”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados