RCB/TuneIn
Terça, 24 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
BENFICA C.BRANCO J√Ā TRABALHA
Rádio Cova da Beira
Com a ambição de poderem ficar nos primeiros lugares da sua série no campeonato de Portugal, o Benfica e Castelo Branco começou, na tarde desta 5ª feira, a trabalhar no Vale do Romeiro para a nova época 2017/2018.
Por José Joaquim Ribeiro em 20 de Jul de 2017


Os encarnados albicastrenses apresentaram 11 caras novas e promoveram quatro juniores, dois dos quais já alinharam na parte final da época passada pela equipa principal, isto tudo num plantel de 22 jogadores.

As caras novas do plantel encarnado, são os guarda-redes João Manuel, ex-1º Dezembro, André Caio ex- Mafra e João Lourenço, ex júnior. Na defesa os dirigentes albicastrenses recrutaram Diogo Costa ao Coimbrões, Zezinho ao Tirsense e Danilson ao Sertanense. Os médios vieram de: Bruno Simões Lusitano Vildemoinhos, João Rui da Camacha, aos quis se juntam os ex-júniores Pedro Rocha e Silveiro. Para a linha avançada o Fáio Mariano veio do Águias do Moradal, Dibola da Oliveirense, Gazela do Gondomar e Kikas do Guimarães ( este um filho da terra que regressa depois de ter feito três épocas nos escalões de formação do Vitória). Junta-se a estes o Pedro Almeida, ex-júnior.

 

Mantém-se no plantel os defesas Issouf, André Cunha, Rúben Machado e Bernardo, os médios Patas Moreno e Dani Matos e o avançado Tomás.

 

A equipa técnica continua a ser liderada por Ricardo António, que nos disse que confia muito no plantel e que passou a ter mais soluções que aquelas que teve na época passada. Os objetivos passam por ficar nos primeiros lugares da série que vier a calhar ao Benfica. Acredita que nesta primeira fase do campeonato, não haverá nenhuma equipa que se posicione como favorito, pelo que acredita que deverá haver algum equilíbrio entre os clubes que têm mais soluções e ambição.

 

O Benfica e Castelo Branco realiza o primeiro jogo em casa na quarta-feira, dia 26 em Alcanena, com a equipa local, no sábado seguinte (29 Julho) recebe no Vale do Romeiro a U. Leiria, pelas 18 horas, n2 dia 2 de Agosto, quarta-feira recebe o Lusitano Vildemoinhos, pelas 20 horas, dia 5, sábado, volta a jogar em casa com o Alcanenense, pelas 18 horas, dia 9, quarta-feira ainda faz mais um jogo em casa, desta feita com o Eléctrico de Ponte Sôr, pelas 20 horas e no dia 12 participa na Taça de Honra da AFCB, num triangular a realizar na Sertã, com Sertanense  e Águias do Moradal.

 

Para o presidente do clube, António Machado, tudo está bem estruturado para que nada falhe neste arranque de época. Pensa que o clube tem condições para poder ombrear com os melhores no topo da classificação, mas, como o futebol é fértil em surpresas, se os resultados não acompanharem a equipa que pelo menos não se possa dizer nada da aplicação e vontade de vencer de todos, atletas e técnicos. Quanto à possibilidade de poder ficar sem alguns jogadores na reabertura de mercado, o presidente dos encarnados disse-nos que muito pouco poderá fazer, porque os atletas são amadores e se lhes aparecerem propostas para clubes de escalão superior o Benfica não irá cortar as pernas a ninguém. Questionado se a cidade está com o clube António Machado disse lamentar dizer mas a realidade é que não está. São sempre os mesmos a apoiar e lamenta que aqueles que mais podiam ajudar são os que não apoiam. Mostrou-se, ainda assim, muito agradado por poder contar com os mesmos de sempre.

 

Quem também nos manifestou a esperança de poder fazer uma boa época desportiva foi o capitão Dani Matos. O atleta reconhece que o clube fez um esforço muito grande para poder ter um plantel mais equilibrado e que eles, os atletas, só têm que se aplicar para darem alegrias aos sócios. O mesmo nos disse Kikas, um jovem formado no Desportivo, que rumou a Guimarães onde tem estado ao serviço do Vitória. Fez uma belíssima época no campeonato nacional de sub20 e agora vem para a sua terra, para um clube que tem servido de montra para muitos jovens. Ele disse-nos que tudo iria fazer para poder crescer como jogador e ajudar o Benfica nos seus objectivos, o salto, se tiver que acontecer que seja a consequência lógica do seu crescimento e da boa campanha do clube.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados