RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
JOANA BENTO ACREDITA NA MUDANÇA
Rádio Cova da Beira
Joana Bento não se considera uma candidata de recurso, disse em entrevista ao programa Flagrante Directo da RCB a candidata do Partido Socialista à presidência da câmara do Fundão nas próximas autárquicas, onde anunciou as primeiras medidas que vai tomar após o dia 1 de Outubro. A data marca, na sua opinião, o fim da governação PSD no concelho.
Por Paula Brito em 20 de Jul de 2017
Joana Bento rejeita a ideia de ser uma candidata de recurso “Eu não tenho essa ideia, e nunca senti isso, aquilo que eu senti por parte do PS foi ouvir e encontrar as pessoas e o candidato que serviria melhor o concelho”. 

Joana Bento diz que o PS tinha uma de duas possibilidades: ou escolher uma candidata jovem com uma equipa experiente ou escolher um candidato experiente com uma equipa jovem. A escolha recaiu na primeira opção e considera até que o facto de ser uma jovem que estudou fora e regressou às origens é uma mais valia “porque permite-nos ter uma visão do que faz falta ao concelho do Fundão, a ausência de juventude porque não tiveram as mesmas condições que eu para regressar, e sendo conhecedora dessa realidade o que nos permite encontrar as melhores condições para fixar jovens”.

Na primeira entrevista que deu depois do anúncio da candidatura Joana Bento avançou a primeira medida que vai tomar caso seja eleita no próximo dia 1 de Outubro “é reunir com todos os colaboradores da CMF, eles são, como os presidentes de junta, os meus aliados, depois sim, para falar a verdade e conhecer a realidade terei que fazer uma auditoria”.

Para além das questões financeiras outra das preocupações da candidata socialista vai para as freguesias que na sua opinião têm sido votadas ao abandono “e são tidas em conta apenas de 4 em 4 anos, ou porque existem obras que estão programadas e só são relembradas muito perto das eleições, que é aquilo que eu chamo de maquilhagem, que é mais uma forma de criar uma esperança, nós não podemos criar uma esperança e depois ser defraudada, é aquilo que eu não quero fazer”

Outra das críticas deixadas por Joana Bento à actual gestão é a falta de transparência, prova disso “são os 10% do orçamento do município que se encontram na rubrica outros”. A candidata do PS entende que o que está em causa no Fundão no próximo dia 1 de Outubro “é uma mudança" e que da data vai marcar o fim de ciclo da governação PSD no concelho. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados