RCB/TuneIn
Terça, 26 Set 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“NÃO HAVIA SOLUÇÃO MELHOR QUE O RECURSO AO PER”
Rádio Cova da Beira
A assembleia geral do lar D. Bárbara Tavares da Silva aprovou por maioria ratificar a decisão tomada pela direcção da instituição, no passado dia nove de Junho, de requerer um processo especial de revitalização e que foi encerrado quatro dias depois.
Por Nuno Miguel em 17 de Jul de 2017
Em reunião extraordinária, a assembleia geral considerou que “em face da eminente ruptura financeira, provocada por uma situação de congelamento das contas bancárias em resultado de uma sentença judicial” no âmbito do litígio mantido com a Certar, construtora da unidade de cuidados continuados “por não aceitação dos três últimos autos de medição no valor de 175 mil euros, não haveria outra solução melhor que o recurso ao PER, medida de protecção do lar junto dos seus credores de forma a garantir o seu normal funcionamento”.
A assembleia considera ainda “muito positivos os resultados conseguidos no âmbito desse programa especial de revitalização no decurso das negociações encetadas com os credores, quer no que diz respeito à diminuição das responsabilidades financeiras do lar que, no caso da Certar, passaram de 350 mil euros para 195 mil euros, quer no que toca à obtenção de condições de financiamento mais favoráveis junto de outros credores, em particular a caixa de crédito agrícola que aceitou conceder um prazo de carência de 18 meses relativamente ao pagamento dos seus créditos”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados