RCB/TuneIn
Segunda, 20 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
ADRIANA CALCANHOTO EM IDANHA-A-VELHA
Rádio Cova da Beira
A cantora brasileira, madrinha de projecto de investigação “Igeadis”, integrou uma equipa de 15 pessoas que no último sábado estiveram a realizar escavações naquela aldeia do concelho de Idanha-a-Nova.
Por Nuno Miguel em 17 de Jul de 2017
Adriana Calcanhoto, embaixadora da universidade de Coimbra na área da língua e da cultura, referiu que o seu interesse neste projecto nasceu numa visita efectuada à região "a primeira vez que estive em Idanha-a-Velha, o que mais me fascinou foi ver como pedras com grande valor histórico estão na vida das pessoas; um capitel romano serve para o habitante de hoje apoiar um vaso de flores. Isso é encantador”.
Pedro Carvalho, coordenador científico do projecto explica que “nesta fase estão a ser feitas sondagens de diagnóstico, ou seja, escavações arqueológicas que ajudam a perceber o potencial científico e patrimonial de espaços menos investigados da aldeia”. O objectivo é planear futuras intervenções para produzir conhecimento que resulte em mais-valias do ponto de vista cultural, educativo e turístico. O investigador da universidade de Coimbra sustenta que  “durante 1200 anos, entre o século I e século XII, Idanha-a-Velha foi o local mais importante entre o Tejo e o Douro, a região que hoje chamamos de Beira Interior”, sublinhando que “ainda há muita história por descobrir e contar”.
Para o presidente da câmara de Idanha-a-Nova, “o potencial deste novo projecto de investigação é enorme”. Armindo Jacinto salienta que “é fundamental conhecer e identificar o melhor possível todo o património” de Idanha-a-Velha “para depois o preservarmos e valorizarmos, de forma a trazer criação de riqueza e emprego ao território”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados