RCB/TuneIn
Domingo, 25 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
MAL?CIA ADMITE JUNTA TRICOLOR
Mal?cia Trindade exclui o cen?rio de elei??es antecipadas na junta do Fund?o, defende um executivo onde estejam representados PS e CDU e admite que os resultados teriam sido diferentes se em vez de independente, a lista DAR tivesse concorrido com a sigla do PSD.
Por Paula Brito em 28 de Oct de 2009

Os resultados das eleições autárquicas do passado dia 11 deram seis mandatos à lista DAR, a mais votada, 6 ao PS e um à CDU na assembleia de freguesia do Fundão. Malícia Trindade, eleito presidente da junta, defende um executivo a vários tons mas que “respeite a vontade dos fundanenses”. Sem adiantar de que forma é que esse equilíbrio se traduz no executivo o autarca pede apenas “bom senso”.

Em entrevista à RCB, Malícia Trindade exclui o cenário de eleições antecipadas na junta de freguesia do Fundão “a equipa DAR nunca o fará” mas a acontecer “serei candidato”.

Eleito presidente da junta do Fundão na lista independente DAR, apoiada pelo PSD, Malícia Trindade admite que os resultados teriam sido diferentes se tivesse concorrido com a sigla do Partido Social Democrata “no final das eleições muitas pessoas nos disseram que estavam à espera de ver a sigla do PSD, ou a seta, e ficaram sem saber o que fazer”. Para o autarca, só isso justifica os mais de 300 votos, entre nulos e em branco, que surgiram nas urnas no passado dia 11 na cidade do Fundão.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados