RCB/TuneIn
Sábado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PJ INVESTIGA
A pol?cia judici?ria (PJ) da Guarda est? a investigar a morte de Maria Milheiro. A mulher de 44 anos que foi encontrada sem vida, na madrugada de ontem, junto ? oficina de que era propriet?ria, na quinta da Pola, perto da ponte da Meimoa.
Por Paulo Pinheiro em 28 de Oct de 2009

A vítima foi encontrada descalça, com óleo na cara e as chaves da oficina na mão direita. Havia sangue no chão e numa parede.Segundo o CM, a mulher tinha vários golpes na garganta, alegadamente efectuados com parte de um azulejo, e a coluna cervical partida.

A PJ não afasta qualquer hipótese “pode ter sido vítima de um assalto que correu mal, de um crime encomendado ou de um ajuste de contas relacionado com negócios. O crime foi obra de profissionais já que deixaram poucos vestígios ”, refere fonte policial àquele jornal.

A situação foi descoberta quando uma filha da vítima, de 11 anos, estranhou a ausência da mãe, alertando a irmã mais velha, estudante em Lisboa, e o pai, que se encontrava no Algarve, onde tem uma empresa de construção civil. O empresário ligou para o funcionário que encontrou o corpo.

João Reis, 45 anos, marido da vítima, regressou ao Fundão na madrugada de segunda-feira, por volta das 6:30h, prestou declarações à PJ e afirma não encontrar motivos para a situação “somos empresários e há certas coisas que acontecem neste meio, mas dai até matarem uma pessoa”, relata o CM.

Segundo o jornal, o corpo foi autopsiado ontem, o funeral realizou-se hoje, em Valverde.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados