RCB/TuneIn
Segunda, 11 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
BISPO DEIXA PALAVRAS DE CONFORTO E SOLIDARIEDADE ÀS FAMÍLIAS DA TRAGÉDIA DE PEDRÓGÃO GRANDE
Rádio Cova da Beira
D. Manuel Rocha Felício falava à margem da cerimónia de ordenação de sacerdote de Bruno Lopes, que tem prestado serviço em Penamacor. Um dia feliz para a Diocese ensombrado com esta tragédia.
Por Paula Brito em 19 de Jun de 2017
 

 “É um dia de alegria mas ensombrado, as sombras fazem parte da nossa vida, não estávamos à espera que isto acontecesse, nós temos que ser solidários e queremos estar junto desta gente que sofre, primeiro com a nossa oração e também com a nossa ajuda até material, e também partilhar a dor com estas mais de 60 famílias que têm o luto em sua casa, mais de 60, um número inimaginável”.

Numa época em que a sociedade vive um défice de relacionamento comunitário, D. Manuel rocha Felício deixou uma palavra de agradecimento aos penamacorenses que acompanharam o percurso do recém ordenado sacerdote “à gente de Penamacor que acompanhou o padre Bruno nestes últimos anos quero expressar-lhe o meu apreço pela forma como o acompanharam e ajudaram, primeiro a ser homem e depois a ser padre. Numa altura em que vivemos um grande défice de relação comunitária onde as pessoas são tratadas como números e particularmente  como números de contribuintes, mas nós não somos números, somos pessoas em relação, cada uma com as suas capacidades e precisamos de quem seja capaz de reconhecer as capacidades de cada um e as ponha a funcionar no lugar próprio”.  

O prelado não confirma no entanto se Bruno Lopes se vai manter em Penamacor, garantindo que será um sacerdote da diocese da Guarda.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados