RCB/TuneIn
Quarta, 21 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MENOS FOGOS E MENOR ?REA ARDIDA
Nos primeiros 9 meses deste ano o comando distrital de opera??es de socorro de Castelo Branco registou 618 inc?ndios e uma ?rea ardida a rondar os 495 hectares de floresta.
Por Nuno Miguel em 22 de Oct de 2009

Números que representam uma diminuição significativa em relação a igual período do ano passado, onde se verificaram 702 incêndios e arderam 1176 hectares de floresta.

Para Rui Esteves, comandante operacional distrital de Castelo Branco estes dados "comprovam a eficácia do dispositivo de combate e uma boa articulação que tem vindo a existir entre todos os agentes com responsabilidades nesta área".

Nos primeiros 9 meses deste ano o concelho do Fundão foi aquele onde se registou um maior número de ignições.Entre 1 de Janeiro e 31 de Setembro registaram-se 98 ocorrências em todo o concelho. Uma situação que, refere o comandante operacional distrital, fica a dever-se a vários factores "em primeiro lugar o facto de ser um concelho com uma área muito vasta, depois porque em março tivemos um número de ocorrências muito sigificativo". Mas apesar disso Rui Esteves destaca que "os bombeiros do Fundão e as suas secções souberam sempre dar uma resposta pronta a todas as situações".

Já em Belmonte é onde o volume da área ardida atinge valores mais significativos em todo o distrito, a rondar os 115 hectares. Rui Esteves refere que esta situação "nada tem a ver com falta de respostas mas sim devido a um incêndio de grandes proporções que teve inicio no distrito de Guarda e que acabou por afectar aquele concelho"


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados