RCB/TuneIn
Sexta, 14 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“UMA CASA QUE NOS MARCA PARA A VIDA”
Rádio Cova da Beira
O quarto fim-de-semana de Maio é uma data que há muito está reservada na agenda de Celestino Cabanas Bento. É a data em que todos os anos se desloca ao Fundão para participar no encontro de antigos alunos do seminário. O passado sábado não foi excepção, regressou, como sempre e enquanto puder, à casa onde passou dos melhores anos da sua vida, entre 1949 e 1954.
Por Paula Brito em 30 de May de 2017

Outras da categoria:

“Entrei aqui com 11 anos saí com 16 e gostei imenso de andar cá, devo muito ao seminário, eu era muito rebelde e aqui disciplinaram-me um bocado, foram dos melhores anos da minha vida, e julgo que é uma casa que nos marca para a vida inteira”.

Emocionado, Celestino Bento tem a certeza que o seminário do Fundão lhe toldou a personalidade e lhe marcou o destino refreando a sua rebeldia, como recorda à RCB “eu fazia coisas do arco-da-velha aos superiores, uma vez fugi do seminário de noite, fui ao Fundão ao cinema e vim, e ninguém soube de nada, a não serem os meus amigos. Costumo dizer que gostei de aqui andar e devo muito ao seminário porque julgo que se assim não fosse nunca teria chegado onde cheguei”.

Celestino Bento chegou a juiz desembargador, terminou a carreira no tribunal da Relação, está jubilado há 20 anos e todos os anos, por esta altura, regressa ao seminário para o encontro anual de antigos alunos que este ano reuniu cerca de 150.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados