RCB/TuneIn
Domingo, 17 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ARQUIVO DA ACT PODE SER CEDIDO À UBI
Rádio Cova da Beira
A unidade local da Covilh√£ da autoridade para as condi√ß√Ķes de trabalho e a universidade da Beira Interior podem vir a formalizar um acordo de colabora√ß√£o para que o arquivo da antiga delega√ß√£o do instituto nacional do trabalho e da previd√™ncia possa vir a ser cedido para preserva√ß√£o e investiga√ß√£o ao museu de lanif√≠cios da UBI.A hip√≥tese foi colocada em cima da mesa por Jos√© Aires de S√°, coordenador das comemora√ß√Ķes da inspec√ß√£o do trabalho em Portugal, e que foi o convidado da √ļltima edi√ß√£o da iniciativa ¬ďtardes de quinta no museu¬Ē.
Por Nuno Miguel em 28 de May de 2017
O arquivo regional da Covilhã foi o único que subsistiu à passagem do tempo, com documentos datados de 1934 até aos dias de hoje. Todos os processos estão organizados e José Aires de Sá acredita que vai ser possível chegar a um entendimento benéfico para todas as partes “a passagem de 80 anos teve efeitos dramáticos no apagar da nossa memória como povo mas aqui tivemos a sorte de conservar este arquivo e ainda por cima é algo que diz respeito especificamente à cidade da Covilhã. O peso que a indústria de lanifícios tinha está muito bem representado e portanto há que sensibilizar os dirigentes para isso e eu, no âmbito das comemorações do centenário procurei abrir algumas portas. Todavia há todo um trabalho de responsabilidade que é preciso fazer para que as coisas sejam feitas dentro da lei, com todos os critérios de salvaguarda do património, sem abusos e com todo o respeito pelas instituições”.   
Nesta iniciativa, José Aires de Sá fez a história da actividade desenvolvida pela delegação da Covilhã desde a sua criação. Foi a única a ser criada fora de uma capital de distrito devido à necessidade de introduzir um elemento de controlo político à actividade industrial que a cidade então registava “os documentos que existem são muito claros a esse propósito; a concentração operária que existia na Covilhã suplantava a de outras regiões do distrito e era necessário controlar politicamente os interesses do estado novo”. 
Neste acervo podem ser encontrados diversos documentos relacionados com a actividade das empresas como quadros de pessoal, mapas de férias, trocas de correspondência a propósito de greves numa época em que a palavra era proibida. Documentação que não está acessível ao público mas que já teve alguns elementos cedidos para trabalhos de investigação.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados