RCB/TuneIn
Quinta, 02 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
“QUEREMOS MARCAR A DIFERENÇA”
Rádio Cova da Beira
O candidato da CDU à presidência da assembleia municipal da Covilhã considera que aquele órgão não pode ser uma caixa de ressonância da actividade desenvolvida pela autarquia.
Por Nuno Miguel em 26 de May de 2017
Tal como sucedeu nas eleições autárquicas de 2013, Vítor Reis Silva volta a encabeçar a lista candidata ao órgão deliberativo covilhanense “com a mesma vontade e motivação e tendo consciência do trabalho que nos espera face aos problemas existentes que nos apresentamos à população do concelho, com trabalho realizado e um projecto de futuro em que queremos marcar a diferença na acção em relação aos outros partidos. A assembleia municipal tem atribuições e competências de importância vital para o funcionamento do município e para a intervenção junto do estado em defesa das populações. A assembleia não pode ser uma caixa de ressonância de qualquer executivo municipal ou de qualquer governo da república”.    
Vítor Reis Silva afirma que o concelho da Covilhã tem de estar preparado para enfrentar novos desafios e onde as questões financeiras vão assumir uma importância vital, tal como já aconteceu ao longo deste mandato “vamos continuar a exigir à câmara municipal uma gestão rigorosa face à dívida existente, que é real, e que tem os eleitos do PSD, do CDS e encapotados em listas de cidadãos eleitores os principais responsáveis. Defendemos sempre o equilíbrio financeiro com a redução de despesas supérfluas na actual gestão do PS. A redução do IMI, do valor das taxas e licenças, a requalificação das habitações sociais e da rede viária são questões que vão continuar a merecer a nossa reivindicação e a nossa proposta”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados