RCB/TuneIn
Sexta, 04 Dez 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
" O DESABROCHAR DA IMPRENSA EM PORTUGAL À BEIRA E DEPOIS DO 25 DE ABRIL" NO FUNDÃO
Rádio Cova da Beira
A Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade, no Fundão, recebe, a partir desta quinta-feira, 25 de Maio, até 17 de Junho, a exposição “O desabrochar da imprensa em Portugal à beira e depois do 25 de Abril”, do Fundo J.-M. Nobre Correia.
Por Paulo Pinheiro em 25 de May de 2017

Outras da categoria:

A mostra tem por tema a nova imprensa portuguesa nascida à beira do 25 de Abril e sobretudo depois da eclosão da democracia. Embora tenha havido alguns jornais lançados antes do 25 de Abril, como o Expresso e Sempre Fixe, foi sobretudo depois desta data histórica que se assistiu em Portugal ao “desabrochar de novos jornais”, sobretudo semanais, mas também diários.

 “Este surto de uma nova imprensa resultou da conjunção de três fatores: o clima de liberdade em vigor, a intensa atividade social e política que o país vivia e a adoção progressiva de um conjunto de novas tecnologias no sector da imprensa”.

 

 

O Fundo J.-M. Nobre-Correia é constituído pela coleção de jornais e magazines europeus de todo o género, que o Professor J.-M. Nobre-Correia reuniu ao longo de mais de 45 anos em residiu no estrangeiro, como estudante, investigador, assistente e professor universitário em informação e comunicação.

 

Antes de regressar a Portugal, o Professor J.-M. Nobre-Correia propôs doar a sua coleção de jornais e magazines ao Museu da Imprensa / Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade. Decidiu então o Município do Fundão aceitar essa doação e constituir um Fundo J.-M. Nobre-Correia com objetivos documentais e pedagógicos.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados