RCB/TuneIn
Domingo, 23 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
ORIENTAL ESTREIA NOVO MUSICAL
Rádio Cova da Beira
Casa cheia no teatro municipal da Covilh√£ para a estreia do novo musical do CCD Oriental de S√£o Martinho. ¬ďAtrav√©s de um sonho m√°gico¬Ē percorre alguns dos temas cl√°ssicos da Disney mas tamb√©m outros grandes sucessos da m√ļsica.
Por Nuno Miguel em 16 de May de 2017
A chegada de quatro jovens amigos a um sonho dá o pontapé de saída para o novo espectáculo musical dinamizado pelo CCD Oriental de São Martinho. Direccionado sobretudo para o público juvenil, “através de um sonho mágico” percorre alguns dos principais clássicos da Disney como “o corcunda de notre dame”, “a pequena sereia” ou o “rei leão” mas também de outros grandes sucessos da música como “Fame” ou “Mamma Mia”.
Várias centenas de pessoas assistiram, no teatro municipal da Covilhã, à primeira exibição pública deste projecto que, de acordo com o presidente do Oriental “superou completamente as expectativas; este foi um projecto muito difícil porque devido ao sucesso de outros trabalhos anteriores colocámos a fasquia alta e a responsabilidade era muito grande uma vez que este trabalho engloba muita gente, com uma orquestra ao vivo e uma produção de som e luz contratada para o efeito. Obviamente que depois do resultado final os nervos iniciais transformaram-se num grande prazer e em emoção por saber que foi mais um grande sucesso”.  
Francisco Mota refere que a colectividade já criou raízes ao nível da organização deste tipo de espectáculos e mostra-se confiante em poder apresenta-lo de novo noutras salas da região “já tivemos alguns convites nesse sentido, um deles até para perto da Covilhã, e vamos estudar essa possibilidade porque é uma pena que este espectáculo, depois do sucesso que teve, ficar por aqui e por isso gostaríamos muito de o voltar a apresentar. Nós no Oriental temos vindo a criar raízes e temos vindo a dar asas aos sonhos de muitos jovens que aqui descobrem o seu talento e isso é muito importante. A profissionalização e outras ferramentas que podem ter já será com outros”.  
Com 31 elementos em palco, esta produção apresentou ainda como outras das novidades o facto de ser musicada ao vivo por um grupo de 15 alunos que frequentam a escola profissional de artes da Covilhã. Uma aposta que resultou em cheio, reconhece o maestro Carlos Salazar “o desafio foi enorme uma vez que nenhum dos cantores tinha conhecimentos de música mas sim uma grande aptidão e talento para cantar. Nesse sentido penso que conseguimos articular bem aquilo que é o talento com os conhecimentos musicais dos alunos que frequentam a escola profissional e foi muito gratificante ver o resultado final que agradou a todas as pessoas que estiveram aqui”.
Espectador atento foi o presidente da câmara da Covilhã que sublinhou a qualidade deste trabalho que já podia ter sido desenvolvido no novo centro de inovação cultural da Covilhã. Vítor Pereira mostrou-se ainda confiante em que a próxima grande produção desta colectividade já possa ocorrer num teatro municipal totalmente requalificado “esse é um sonho que eu acalento e espero que o próximo espectáculo desta envergadura já tenha lugar aqui num teatro totalmente requalificado e que estou certo que orgulhará a Covilhã. Nós temos uma riqueza cultural e associativa enorme em todo o concelho e acredito que quando o centro de inovação cultural estiver concluído ele vai permitir o desenvolvimento de cada vez melhores projectos”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados