RCB/TuneIn
Domingo, 15 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL - AD FUND?O VENCE INSTITUTO D. JO?O V
Uma vit?ria, por 4-3, que tem tanto de sofrida como de justa.
Por Direcção RCB em 18 de Oct de 2009
Uma vitória, por 4-3, que tem tanto de sofrida como de justa.

Com um início de jogo intenso e demolidor, a Desportiva, parecia querer repetir a vitória folgada (5-1) da época passada, aos 3m já vencia por 2-0, 2 remates 2 golos de Bruno César, o primeiro depois duma assistência primorosa de Tiaguinho, o segundo num grande lance individual que culminou com um remate cruzado sem hipótese para Pascal.

Nuno Dias colocou em campo um 5 experiente ( João Castro, Nino, Ruizinho, Pascal...), entrou com cautelas, mas sem qualquer resultado positivo, utilizando uma linguagem do pugilismo, podemos dizer que o Instituto esteve nas cordas e o KO só não aconteceu porque depois do 2-0 a Desportiva desperdiçou 3 claras oportunidades de golo. Mas no melhor pano cai a nódoa, a jogar muito bem, a Desportiva, aos 8m, consentiu que Ciro marcasse o 1º golo no campeonato, na sequência dum lance infeliz do Couto. A equipa fundanense sentiu o golo e o Instituto entrou de novo no jogo, passou a ter a iniciativa, criou dificuldades sem contudo conseguir marcar.

Na 2ª parte o Instituto entrou melhor e criou oportunidades para empatar, destaque para uma grande jogada, aos 23m, que culminou num grande remate de Fábio Aguiar ao poste esquerdo da baliza de Diego.

Demonstrando carácter e uma boa atitude a Desportiva conseguiu resistir ao melhor futsal do adversário e veio mesmo a ampliar o marcador, numa rápida transição, Bruno César trabalhou bem na ala direita, assistiu Couto na perfeição e este fez o 3-1.

A 4m do final o técnico do Instituto lança Miguel Silva como guarda redes avançado, obrigando a Desportiva a recuar as suas linhas de marcação, mas a jogar com tranquilidade e numa rápida transição Bruno César isolou Couto que perante o desamparado Miguel Silva e com categoria bisou e garantiu praticamente a vitória. Faltavam 3 m para o final, o Instituto não baixou os braços e criou ainda mais emoção e incerteza no marcador, Batalha aos 38 e João Castro aos 39m fizeram o resultado final.

Num bom jogo de futsal, destaque pela negativa, para as muitas oportunidades de golo desperdiçadas, incrível a forma como Couto aos 36 e Nino aos 38 m falharam golos cantados, pela positiva o excelente início de jogo da Desportiva, a boa reacção da equipa que viajou desde o Louriçal e o trabalho da dupla de arbitragem Fernando Serras/João Barracas.

Leal Martins


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados