RCB/TuneIn
Segunda, 29 Mai 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
INVESTIMENTO APRESENTADO
Rádio Cova da Beira
São quatro milhões e meio de euros de investimento para acabar com os problemas de abastecimento de água no concelho de Penamacor. A empresa “Águas do Tejo” vai avançar para a reabilitação de todo o sistema, que é efectuado através da conduta da barragem da ribeira da Meimoa.
Por Nuno Miguel em 10 de May de 2017
O projecto vai ser desenvolvido de forma faseada, num prazo máximo de cinco anos, e de acordo com José Manuel Sardinha vai permitir ultrapassar um problema que se faz sentir no concelho, nomeadamente durante a altura do verão “esta solução foi assente numa análise técnica tendo por base a origem das rupturas; elas têm ocorrido quase todos os anos maioritariamente no mês de Agosto que é quando se verifica uma pressão maior em virtude do aumento do número de pessoas. São rupturas que pela sua dimensão acarretam períodos de reparação que em alguns casos chega a superar as 24 horas e isso não é compatível com a qualidade do serviço que queremos implementar e com esta solução esperamos poder resolver este problema para as próximas décadas”.  
A primeira fase do projecto vai arrancar de imediato, devendo estar concluída em Setembro, e prevê à construção de dois quilómetros de adutora que vai permitir a condução da água da barragem para os reservatórios. Faseadamente vão ser construídos mais 20 quilómetros de uma nova conduta, refere que o presidente do conselho de administração da empresa “é uma nova conduta, lateral à que existe actualmente, com materiais muito mais resistentes e também com a requalificação e modernização da ETA na Meimoa. Vamos começar esta intervenção pelos troços mais significativos, nomeadamente os que estão nos vales, e onde as rupturas são mais frequentes e posteriormente e de forma faseada vamos realizando as obras nos restantes”. 
Na substituição da actual conduta de fibra de vidro vão ser investidos três milhões de euros, contemplando ainda o projecto a modernização da estação de tratamento de água da Meimoa, onde vão ser investidos um milhão e meio de euros. António Beites, presidente da câmara de Penamacor, afirma que a concretização desta iniciativa representa uma vitória para o concelho “a conduta que existe actualmente é em fibra de vidro, apresenta rupturas constantes e com este projecto eu acho que Penamacor vai ficar com o problema resolvido. As pessoas podem ficar mais tranquilas, aqueles que nos visitam vão sentir mais orgulho em visitar a sua terra porque tinham frequentemente problemas de chegar a casa e não terem água. É uma vitória para o nosso concelho”.
Com a concretização deste investimento, a autarquia vai desactivar totalmente a parcela do sistema que ainda está afecta à ribeira da Baságueda, uma vez que essa albufeira tem níveis de água mais reduzidos e não permite um abastecimento com qualidade às populações. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados