RCB/TuneIn
Segunda, 25 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“NÃO HÁ MOTIVO PARA ALARME”
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal da Covilhã garante que o facto de a ambulância do INEM que está no centro hospitalar da Cova da Beira deixar de circular durante o período nocturno a partir do próximo dia um de Maio não vai colocar em causa a capacidade de resposta às populações em caso de emergência.
Por Nuno Miguel em 29 de Apr de 2017
De acordo com Vítor Pereira quer o centro hospitalar da Cova da Beira quer os bombeiros voluntários da Covilhã dispõem de meios para desenvolver essa missão “alguém quis alarmar os nossos concidadãos com este assunto mas a verdade é que não existe motivo para isso. Eu contactei o presidente do conselho de administração do centro hospitalar da Cova da Beira que me garantiu que a VMER está disponível para acudir a todas as situações de emergência durante 24 horas por dia. Contactei também o presidente da direcção dos bombeiros da Covilhã e o comandante da corporação e foi-me transmitido que existe uma total disponibilidade das suas ambulâncias para essa missão. Estamos a falar de sete ambulâncias, duas delas que são do INEM e mais cinco que eles denominam de reservas de emergência médica”.  
O autarca covilhanense recorda que o INEM apenas tem uma ambulância colocada no concelho há cerca de três anos e até á sua chegada o serviço de emergência foi assegurado pelos bombeiros. Vítor Pereira acrescenta que a corporação está preparada para dar a melhor resposta às populações que necessitem de socorro durante o período nocturno “as ambulâncias dos bombeiros tem exactamente o mesmo equipamento e os seus tripulantes tem a mesma formação de prestação de socorro. Aliás importa sublinhar que os próprios bombeiros da Covilhã são um posto avançado de emergência médica. Eu recordo que a ambulância do INEM chegou à Covilhã há apenas três anos e até ai o serviço de emergência decorria com total normalidade. Neste momento existe uma média diária de oito ocorrências e antes da chegada da ambulância do INEM essa média era de 12”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados