RCB/TuneIn
Quinta, 18 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“OLHO COM PERPLEXIDADE” PARA O ACTUAL MOMENTO DO CONCELHO
Rádio Cova da Beira
É desta forma que o antigo presidente da assembleia municipal da Covilhã avalia o actual mandato autárquico em que o PS assumiu a gestão da autarquia.
Por Nuno Miguel em 27 de Apr de 2017
Numa declaração exclusiva à RCB, Carlos Abreu afirma que “olho com alguma perplexidade para a realidade do concelho porque parece que parámos no tempo. Não queria alongar-me mais sobre isso mas acho que devia haver empenho e dedicação por parte das pessoas, aquilo a que eu chamo uma situação de missão e isso é algo que eu não vejo. Hoje aquilo a que se assiste é a uma situação onde há muita teoria mas na prática não palpámos nada”. 
Presidente da assembleia municipal da Covilhã entre 1999 e 2013, Carlos Abreu foi também durante vários mandatos o máximo responsável pela concelhia do PSD. Um partido que actualmente está afastado da realidade e das populações do concelho. O ex autarca estabelece mesmo um paralelismo com as recentes eleições francesas “acho que estamos a correr o risco de acontecer aquilo que sucedeu em França e de os partidos serem rejeitados pelas populações e serem eleitas as pessoas que lhe possam dar confiança. È assim que olho não só para o PSD mas também para os outros partidos embora eu ache que o PSD está muito afastado da realidade e das pessoas”. 
Questionado pela RCB, Carlos Abreu não confirma se foi convidado a integrar o movimento independente “De Novo Covilhã”, liderado por Carlos Pinto “como sabe neste momento está ainda a ser estudado o elenco e só após a apresentação do candidato é que outros cenários se podem vir a concretizar. Eu já estive disponível durante muitos anos mas acho que a questão agora não é essa. Aquilo que eu sei é que a Covilhã terá um bom candidato novamente e infelizmente nos últimos anos não o teve”.
Declarações de Carlos Abreu à margem da homenagem prestada pela junta de freguesia do Tortosendo aos antigos autarcas da vila e onde foi uma das personalidades distinguidas. De resto foi o presidente de junta que esteve mais anos no exercício do cargo desde o 25 de Abril.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados