RCB/TuneIn
Quarta, 18 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
AUTONOMIA EFECTIVA PARA AS FREGUESIAS
Rádio Cova da Beira
Foi uma das reivindica√ß√Ķes ouvidas na oitava edi√ß√£o do Encontro de Antigos Autarcas de Freguesia do concelho do Fund√£o, que decorreu esta ter√ßa-feira, na sede da Uni√£o de Freguesias do Fund√£o, Valverde, Donas, Aldeia de Joanes e Aldeia Nova do Cabo.
Por Paulo Pinheiro em 26 de Apr de 2017

Mais de meia centena de antigos e actuais autarcas de freguesia do concelho do Fundão participaram no encontro onde, mais uma vez, foi sublinhada a necessidade de “valorizar, dignificar e credibilizar” a função de autarcas das freguesias.  Um objectivo que se consegue “facultando às freguesias a sua total autonomia política, administrativa e financeira através da delegação de competências acompanhada dos respectivos meios financeiros, algo que até agora nenhum Governo fez”, disse Luís Castanheira.

Para o antigo autarca de Souto da Casa, em 40 anos muito se evoluiu na consolidação do Poder Local Democrático, mas o desenvolvimento e intensificação de actividades descentralizadas no Poder Local pelo Poder Central continuam, invariavelmente, direcionadas quase exclusivamente para os municípios

“Não consigo aceitar que as freguesias se encontrem definitivamente condenadas a serem os parentes pobres do Poder Local”, refere.

Luís Castanheira defendeu ainda que sem autonomia efectiva as freguesias continuam “fragilizadas, vulneráveis e completamente dependentes dos municípios que estrategicamente as controla pela atribuição, ou não, de verbas, de execução de obras ou de financiamento de candidaturas”.

O Encontro é também um espaço de convívio “porque é sempre bom estar ao lado daqueles que como nós fizeram algo em prol das populações das vilas e aldeias que serviram”, frisou o presidente da União de Freguesias do Fundão, Valverde, Donas, Aldeia de Joanes e Aldeia Nova do Cabo (UFFVDAA).

O anfitrião do Encontro destacou a “exigente tarefa” que hoje é desempenhar as funções de presidente de junta

“Hoje um autarca de freguesia tem quase um curso universitário de reconhecimento pleno do que é gerir uma junta de freguesia. É uma base de conhecimento tremenda… é mais que uma licenciatura ou um doutoramento. A nova legislação que está a ser preparada, e que deve estar no terreno provavelmente em 2018, prevê mais competências para as juntas de freguesia, ou seja, mais exigência”.

Manuel Malícia Trindade espera que no próximo Encontro de Antigos e Autarcas do concelho do Fundão, se registe uma maior participação

“Que cada um que participou este ano leve em 2018 mais um amigo”. No próximo ano, o evento realiza-se a 22 de Abril, na vila da Soalheira.

Esteve durante 20 anos ligado à junta de freguesia de Janeiro de Cima, quatro anos como secretário e 16 como presidente, e à RCB testemunha a importância deste género de iniciativas

“É muito importante rever amigos autarcas que, como eu, dedicaram uma grande etapa da sua vida a melhorar a vida das populações das nossas aldeias e vilas”.

Álvaro Dias confessa ser “um prazer silencioso, só meu, de caminhar pela aldeia que servi e verificar que consegui levar a água ao moinho. Foi um grande prazer. Estes 20 anos marcaram a minha vida”, admite.

O Encontro deste ano, entre outras particularidades, conseguiu reunir os cinco presidentes da junta de freguesia de Lavacolhos, desde 1976 até aos dias de hoje. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados