RCB/TuneIn
Segunda, 22 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
BELMONTE APROVA CONTA DE GERÊNCIA
Rádio Cova da Beira
A câmara municipal de Belmonte apresentou uma taxa de execução do orçamento de 2016 na ordem dos 90 por cento. Os números fazem parte do relatório de gestão da autarquia que foi aprovado por unanimidade na última reunião pública do executivo.
Por Nuno Miguel em 25 de Apr de 2017
De acordo com António Dias Rocha os números comprovam o rigor utilizado na elaboração do orçamento mas há ainda vários projectos que o autarca quer ver concretizados até final do mandato “acreditamos que há ainda muita coisa para fazer, ainda hoje apresentámos alguns desses projectos como o centro escolar de Caria que é uma necessidade tal como a recuperação do antigo campo de futebol. Temos ainda pavimentações para fazer em todas as freguesias assim como resolver algumas questões ainda pendentes ao nível do saneamento. É certo que gostávamos de ter uma maior dotação orçamental para fazer mais coisas mas temos aqui uma taxa de execução semelhante à do ano passado o que reflecte o rigor que temos tido na elaboração do orçamento”.  
No relatório do revisor oficial de contas é referido que o passivo global da autarquia é de sete milhões e 700 mil euros. Há a registar um aumento de dois milhões em relação a 2015 em resultado da contracção de um empréstimo bancário de médio prazo e também da dívida ao sistema das “Águas de Lisboa e Vale do Tejo”. O presidente da câmara de Belmonte admite que essa situação é a principal preocupação do município e espera em breve poder sentar-se à mesa das negociações com o grupo «Águas de Portugal»: “naturalmente que estou muito preocupado com essa dívida e queremos entrar rapidamente num processo negocial para resolver este problema. É uma questão que não é apenas de Belmonte mas que envolve todos os municípios que integravam o sistema «Zêzere e Côa» e que temos que a resolver não só ao nível da água mas também no tratamento de águas residuais porque há situações que não podem continuar como estão em pleno século XXI”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados