RCB/TuneIn
Quinta, 27 Abr 2017
PUB
RCB
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SCMF APRESENTA QUEIXA
Rádio Cova da Beira
O provedor da santa casa da misericórdia do Fundão vai apresentar uma queixa ao ministério público contra Samuel Infante. Em causa estão as declarações do dirigente da associação ambientalista “Quercus” a propósito de uma alegado abate de carvalhos na quinta das nogueiras, propriedade da instituição, onde existiam ninhos de cegonhas brancas.
Por Nuno Miguel em 20 de Apr de 2017
Em declarações à RCB, Jorge Gaspar sublinha que “a santa casa sentiu-se ofendida na sua imagem e os membros dos seus órgãos sociais sentiram-se ofendidos com as acusações que foram proferidas por um senhor que diz pertencer à «Quercus»: Por isso nós temos a obrigação de defender a imagem da instituição, que foi claramente colocada em causa, e nesse sentido vamos avançar com a apresentação de uma queixa junto do ministério público”. 
De acordo com o provedor da misericórdia do Fundão “ficou perfeitamente claro no relatório do instituto de conservação da natureza e das florestas que nós não cometemos nenhum dos actos que nos foram imputados. Nós procurámos foi preservar a colónia de cegonhas e eu próprio dei instruções que a quinta seja também um local de visitação para as crianças e de ensinamentos sobre o ciclo das cegonhas”.  
Recorde-se que a questão foi despoletada pela “Quercus” no passado mês de Março, tendo a associação ambientalista anunciado a apresentação de uma queixa contra a instituição por crimes ambientais. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados