RCB/TuneIn
Segunda, 29 Mai 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FUNDÃO GANHA EQUIPAMENTOS INCLUSIVOS
Rádio Cova da Beira
É dos poucos parques infantis do país dotado de equipamentos inclusivos. Foram inaugurados no parque verde da cidade e resultam de um projecto que a Associação Pais em Rede do Fundão candidatou à Fundação EDP. Com o apoio do município foi possível dotar o parque infantil de dois novos equipamentos para crianças com necessidades especiais.
Por Paula Brito em 20 de Apr de 2017
 

 “São os equipamentos que já estão no parque verde, um é um carrossel inclusivo que permite duas cadeiras de rodas juntamente com outras crianças poderem usufruir, digamos que é um equipamento verdadeiramente inclusivo, o outro é um baloiço mais direccionado às pessoas com mobilidade condicionada. Estes equipamentos vão desconstruindo mentalidades e promovendo novas atitudes, há um convívio de crianças diferentes de famílias, e penso que é aos poucos que vamos desmistificando estas questões”, explica Fernando Oliveira, coordenador do Núcleo Pais em rede do Fundão. Para além dos equipamentos lúdicos, o Fundão passa também a dispor, a partir de hoje de uma sala de estimulação e terapia sensorial no edifício da antiga praça. Um projecto de 15 mil euros totalmente financiado pela segunda edição do programa "Mais para Todos" promovido pelo Lidl e SIC Esperança “tem uma cama de água aquecida com vibração, permite-nos fazer vibroterapia, tem coluna de águas que tem a ver com a cromoterapia, as cores, é um espaço sensorial para  estimular os sentidos, é destinado não só a pessoas com deficiência mas também a pessoas idosas em situações de demência”.

Os equipamentos foram inaugurados pela secretária de estado da inclusão de pessoas com deficiência. Ana Sofia Antunes salientou a importância destes espaços no processo de inclusão e de educação para a cidadania “é realimente dos primeiros parques infantis com equipamentos inclusivos no nosso país, e penso que por aqui é que é o caminho, o caminho está na comunidade e naquilo que conseguimos fazer junto da comunidade, derrubando barreiras mentais”.

Um processo ao qual o município não é alheio, frisou Paulo Fernandes, além de parceiro destes projectos o município tem outros desafios pela frente nesta área “a questão do turismo acessível é uma área em que estamos a investir bastante, fizemos várias candidaturas para facilitar a mobilidade e acessibilidade em equipamentos turísticos, temos também o objectivo de criar o primeiro percurso pedestre da região absolutamente acessível”.

A  supressão das barreiras arquitectónicas na cidade é um trabalho que vai continuar a ser desenvolvido, garantiu o autarca na cerimónia em que foi apresentado o livro “uma mão cheia de histórias especiais” da autoria de Fernanda Bastos ilustrado por 141 crianças do pré escolar e ensino básico do concelho.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados