RCB/TuneIn
Terça, 26 Set 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“CMC LANÇA OPA´S ÀS FREGUESIAS”
Rádio Cova da Beira
Nuno Reis acusa o presidente da câmara da Covilhã de estar a promover verdadeiras ofertas públicas de aquisição junto de várias freguesias daquele concelho. No final da última reunião privada do executivo o líder da bancada do movimento “Acreditar Covilhã” sublinhou que estão a ser feitas várias promessas com o objectivo de levar vários autarcas de freguesia a concorrerem com a sigla do PS nas próximas eleições.
Por Nuno Miguel em 19 de Apr de 2017

“O senhor presidente tem prometido tudo a todos no sentido de conquistar uma dificuldade com que se depara que é o facto de a esta altura ainda não tem candidatos oficiais às principais juntas de freguesia. É uma preocupação que nós não podemos deixar de demonstrar porque qualquer compromisso que seja assumido hoje vai ter implicações no futuro. Basta olhar para a ordem de trabalhos desta reunião e para a quantidade de apoios atribuídos para perceber que aquilo que não foi feito durante três anos e meio está agora a querer ser feito exaustivamente com lançamento de obras, assinaturas de protocolos. Tudo para eleitor ver”. 

Embora sem querer tornar público quais as freguesias envolvidas, Nuno Reis refere que as promessas feitas aos presidentes de junta por parte de Vítor Pereira são muitas “tenho conhecimento de situações como promessas de emprego, alguns contratos até assinados à última da hora com presidentes de junta, obras que já estavam prometidas há algum tempo atrás e que agora vão aparecer. Tudo isto é uma tentativa de condicionar os próprios presidentes de junta a ser candidatos independentes ou a apoiar outros partidos. Por isso eu entendo que estamos aqui perante verdadeiras opa´s àquilo que é a definição dos autarcas de freguesia”.

Críticas que o presidente da câmara da Covilhã rejeita. Vítor Pereira sublinha que ao longo de todo o mandato o município tratou todas as juntas de freguesia de forma igualitária. Quanto a alegadas promessas de emprego a alguns presidentes de junta, o autarca Covilhã refere que “isso é baixa política e eu nem sequer respondo a essas coisas; ao longo de todo o mandato nós fomos regulares e equitativos em relação a todas as juntas de freguesia. Não discriminámos ninguém e procurámos sempre ir de encontro aquilo que são as necessidades mas prementes das freguesias e das suas populações”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados