RCB/TuneIn
Segunda, 15 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
RECORDAR JOS√Č ALVES MONTEIRO
Rádio Cova da Beira
127 anos depois do seu nascimento,75 depois da funda√ß√£o do Museu e uma d√©cada ap√≥s a inaugura√ß√£o das novas instala√ß√Ķes, o Museu Arqueol√≥gico Jos√© Alves Monteiro promoveu uma tert√ļlia sobre "uma das figuras mais ilustres do s√©culo XX no concelho do Fund√£o".
Por Dulce Gabriel em 28 de Feb de 2017

"Não haveria acervo nem Museu sem a vontade de José Alves Monteiro", afirmou o presidente da Câmara Municipal do Fundão na sessão de tributo e reconhecimento ao fundador do Museu Municipal do Fundão. Paulo Fernandes que vincou ainda "o notável trabalho" de José Alves Monteiro garantiu que o Município irá "fazer a biografia e reeditar" a obra "Etnografia do Fundão" cujos direitos acabam de ser cedidos ao Município.

A obra "fundamental para compreender a iconografia do concelho do Fundão" foi publicada em 1990 por Bartolomeu Monteiro descendente de José Alves Monteiro. A disponibilidade do Município para continuar a preservar e valorizar o legado deixado por José Alves Monteiro vai de encontro ao apelo deixado na intervenção do historiador Joaquim Candeias da Silva que enquanto orador na sessão evocativa ao homenageado deixou "contributos para uma biografia que urge construir". "Evocar Alves Monteiro é um dever de cidadania para um dos filhos mais notáveis do Fundão" vincou Candeias da Silva.

Na sessão que juntou no Arqueológico Municipal do Fundão a família e amigos de José Alves Monteiro ouviram-se ainda apelos ( da neta Maria Paula Monteiro ) no sentido de ser criada uma página no Wikipédia dedicada ao fundador do Museu.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados