RCB/TuneIn
Sexta, 24 Nov 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
OBRA INAUGURADA MAS AINDA POR CONCLUIR
Rádio Cova da Beira
O presidente da direcção da “PóvoaSol” solicitou apoio ao ministro da solidariedade para comparticipar a conclusão das obras da estrutura residencial sénior que foi inaugurada esta manhã em Vale da Senhora da Póvoa. A estrutura tem uma capacidade para 40 utentes, mas neste momento falta ainda acabar as obras num dos pisos pelo que a capacidade se encontra reduzida a metade.
Por Nuno Miguel em 16 de Feb de 2017

Domingos Bento refere que “os acordos que recentemente nos foram atribuídos, sendo uma preciosa ajuda, são manifestamente insuficientes para acorrer a todas as situações. Não somos alheios às dificuldades que o país atravessa mas julgamos que não será difícil ao ministério que tutela encontrar uma solução e nesta data solicitamos, através dos canais competentes, um pedido de apoio ao abrigo do fundo de socorro social para o qual solicitamos desde já a melhor atenção do senhor ministro”.

 

A instituição já investiu cerca de um milhão e 600 mil euros nesta estrutura. O custo total da obra ronda os dois milhões. De acordo com o presidente da direcção “a nossa capacidade de endividamento atingiu o limite sustentável e por isso não estamos em condições de assumir novos compromissos para terminar a obra, pelo menos a curto prazo. É pena que assim seja pois, por falta de 250 mil euros, ficamos privados da utilização plena deste edifício principalmente ao nível de camas que são tão necessárias para fazer face às inúmeras carências que estamos a sentir”.

No final da cerimónia de inauguração, Vieira da Silva referiu que as verbas disponíveis no “Portugal 20 20” para apoiar este tipo de infraestruturas são escassas. Ainda assim o ministro da solidariedade admite que podem ser encontradas outras formas de apoiar este projecto “há sempre condições para que, nos diversos fundos públicos, que intervém nesta área recolher apoio. No quadro comunitário há algumas verbas mas que são escassas e eu não posso dizer se este equipamento pode ai ter uma resposta porque quem gere os programas operacionais são as regiões. De qualquer maneira o ministério estará sempre atento no sentido de poder apoiar, de uma forma transparente e clara, este tipo de instituições”.

Também o presidente da câmara municipal garante que o município pode vir a reforçar os apoios à instituição para terminar a obra. António Beites sublinha que “Penamacor tinha apenas uma IPSS de valência social em termos de lar residencial, toda a zona norte do concelho estava desprotegida nesta área. Nós honrámos o nosso compromisso de apoio financeiro à instituição porque era um investimento que estava parado e não podia continuar assim depois do dinheiro que aqui já tinha sido aplicado. Sei que ainda falta concluir o segundo piso e cá estaremos para conversar porque temos de dotar este espaço das 40 camas que para aqui foram dimensionadas”.

Nesta deslocação ao concelho de Penamacor, o ministro da solidariedade sublinhou que o estado investe anualmente 1400 milhões de euros em acordos de cooperação com instituição, estando previsto para este ano um reforço de 17 milhões de euros. Vieira da Silva deixou ainda a garantia de que o orçamento de estado para 2017 contempla ainda verbas para reforçar a rede de camas de cuidados continuados em todo o país.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados