RCB/TuneIn
Terça, 22 Ago 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“ESTA É A NOVA IDANHA”
Rádio Cova da Beira
Armindo Jacinto faz uma avaliação muito positiva da estratégia “Recomeçar em Idanha” que a câmara municipal começou a desenvolver este mandato, assente em quatro sub programas, com o intuito de contribuir para a dinamização do território.
Por Nuno Miguel em 14 de Feb de 2017

No jantar de apresentação da recandidatura à liderança da autarquia, Armindo Jacinto referiu que esse projecto “está a acompanhar 829 pessoas; 316 são de Idanha e 513 são de outras terras e já houve 434 que manifestaram vontade de vir viver para o nosso concelho. Temos 268 projectos de novas empresas que se estão a constituir ou já se constituíram em Idanha.”.

A dinamização empresarial vai continuar a ser uma das principais prioridades do autarca caso seja reeleito para o cargo. Armindo Jacinto refere que “com base em dados do instituto nacional de estatística que vão ser apresentados em breve nós crescemos 50 por cento na criação de novas empresas entre 2014 e 2016, a taxa de desemprego baixou dos dois dígitos, crescemos 70 por cento na procura de negócios e estamos no top 18 do ranking dos municípios na procura das redes sociais e desde 2013 que crescemos 84 por cento na procura online internacional por temas relacionados com Idanha. Esta é a nova Idanha. 

O autarca de Idanha promete não deixar cair no esquecimento alguns projectos determinantes para o concelho, como a construção do IC 31 ou a reversão do processo de agregação de freguesias. A aposta no turismo associada à recuperação do património é outra das bandeiras de Armindo Jacinto, que sublinha a forte ligação que Idanha tem vindo a estabelecer com a Unesco “fazemos parte da rede de geoparques mundial, da reserva da biosfera e somos uma cidade criativa. Continuaremos a apostar na captação de mais fluxos turísticos, aumentando a sua permanência no nosso concelho e continuar a atrai-las ao longo de todo o ano”.  

Na apresentação desta recandidatura, Eduardo Cabrita, membro da direcção nacional do PS e actual ministro adjunto, mostrou-se convicto numa vitória em Idanha nas próximas eleições autárquicas e sublinha que o papel desempenhado pelo actual autarca representa um dos grandes símbolos do poder local em Portugal “o exemplo do Armindo Jacinto na defesa do ensino superior, na aposta nas novas tecnologias, em trazer para aqui empresas de referência, em apostar no turismo, na agricultura inovadora e exportadora, na defesa do património cultural é algo que prova que o interior tem futuro. A Beira Interior e o distrito de Castelo Branco não precisam de condescendência nem de assistencialismo. Precisam é de confiança no futuro e de presidentes de câmara como o Armindo Jacinto”. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados