RCB/TuneIn
Terça, 22 Ago 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
AUTARCAS A UMA SÓ VOZ CONTRA O PROLONGAMENTO DE ALMARAZ
Rádio Cova da Beira
Os presidentes das câmaras municipais de Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Vila Velha de Ródão manifestam a sua oposição a um eventual prolongamento da vida da central nuclear espanhola. A questão foi analisada durante uma conferência sobre a temática que decorreu no IPCB.
Por Nuno Miguel em 11 de Feb de 2017

De acordo com o presidente da câmara de Castelo Branco “sabemos os riscos que isso acarreta e estamos mais alerta sobre esta realidade que as comunidades espanholas”. Luís Correia acrescenta que os autarcas dos três concelhos devem “devemos alertar o país inteiro para esta realidade e não devemos deixar que o país pense que este é um problema só das comunidades junto à fronteira".

Já o presidente da câmara de Vila Velha de Ródão considera que a decisão unilateral do governo espanhol em avançar para a construção do aterro de resíduos nucleares em Almaraz é "uma nódoa no relacionamento entre Portugal e Espanha". Luís Pereira sublinha que “Decisões destas não podem ser tomadas sem um processo transparente".

Também o presidente da câmara de Idanha-a-Nova afirma que o eventual prolongamento da vida da central resulta num "perigo bastante significativo". Armindo Jacinto sustenta que “o risco é demasiado grande para todos nós e acho que devemos ser bastante firmes e tomar posições bastante claras sobre esta matéria".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados