RCB/TuneIn
Terça, 22 Ago 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“PROBABILIDADE DE ACEITAR O CONVITE É GRANDE”
Rádio Cova da Beira
O porta voz do movimento independente que pretende concorrer às próximas eleições autárquicas no concelho da Covilhã mostra-se convicto de que Carlos Pinto vai aceitar o convite para encabeçar a lista à presidência da câmara municipal.
Por Nuno Miguel em 10 de Feb de 2017

O movimento realizou ontem a sua primeira reunião, numa reunião hoteleira daquela cidade e onde marcaram presença várias dezenas de pessoas. António João Rodrigues sublinha que o aparecimento deste projecto se fica a dever à falta de uma alternativa forte à actual gestão socialista “verificamos que alguns candidatos ainda não têm o carisma necessário que lhes permita ser candidatos capazes de derrotar Vítor Pereira. Por outro lado verificámos que, com os nomes já anunciados, Vítor Pereira nem necessita de fazer campanha porque acaba por ganhar as eleições sem fazer nada”.

António João Rodrigues sublinha que ao longo dos últimos três anos o concelho não conseguiu manter a mesma dinâmica que verificou nas últimas duas décadas com claros prejuízos para as populações “o concelho da Covilhã nos últimos três anos não teve capacidade para acompanhar a dinâmica que lhe tinha sido imprimida pelo executivo anterior e ficamos mesmo com a ideia que estagnou para não dizer que ainda existiram alguns retrocessos”.

Face a este cenário, o movimento decidiu promover uma recolha de assinaturas, até ao próximo dia 15 de Março, tendo em vista sensibilizar Carlos Pinto a aceitar o desafio se encabeçar uma lista independente à presidência da autarquia “tudo isto nos leva a pensar que para que a câmara da Covilhã saia deste impasse é necessário alguém que tenha conhecimento do ambiente social e económico do município e é aqui que entra o nome de Carlos Pinto, que é uma pessoa que já conduziu os destinos deste concelho durante 20 anos. Aquilo que vamos agora fazer é encontrar a melhor forma de o sensibilizar para que aceite ser candidato independente à câmara da Covilhã”.   

António João Rodrigues refere que tem conversado várias vezes com o antigo presidente da câmara da Covilhã sobre a situação política e mostra-se convicto de que este repto vai ser aceite “nós falamos muita vez, naturalmente que isto há sempre o risco de ele vir a dizer que não, mas eu penso que é um risco calculado e a probabilidade de ele aceitar eu penso que é grande e a Covilhã vai voltar a ter com Carlos Pinto a dinâmica que teve num passado recente. Eu penso que ele vai aceitar este desafio se der conta de que a Covilhã precisa que ele o faça”.

Um movimento que, afirma o seu porta voz, não se esgota numa candidatura à autarquia “não é só um movimento candidato à câmara municipal da Covilhã; é precioso construir uma base social de apoio para esta candidatura mas eu penso que o vamos conseguir e o nosso objectivo passa por alargar este movimento a todas as freguesias do concelho”.

Contactado pela RCB, Carlos Pinto não quis fazer quaisquer comentários sobre o assunto.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados