RCB/TuneIn
Segunda, 11 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“ASSUNTO NÃO FOI ABORDADO”
Rádio Cova da Beira
Carlos Martins nega que o presidente da câmara da Covilhã tenha afirmado, na última reunião da comissão política, que o actual líder daquele órgão não vai integrar a lista de candidatos à câmara municipal nas próximas eleições autárquicas.
Por Nuno Miguel em 07 de Feb de 2017

Numa conferência de imprensa e acompanhado de quase todos os elementos que integram o secretariado da concelhia, Carlos Martins garante que esse tema não foi abordado na última reunião da comissão política “eu desminto que isso fosse tratado aqui ou que alguém tivesse dito que eu não era candidato. Nem foi tratado aqui nem ninguém me disse; nem o secretário geral do PS, nem os secretários nacionais nem o secretariado autárquico nem o presidente da câmara. Ninguém me disse que eu não sou candidato ainda a nada. Eu próprio até posso vir a não aceitar nada. Mas isso não foi aqui abordado”.

Mas vai ou não o actual vereador integrar a lista do PS à câmara da Covilhã nas eleições autárquicas deste ano ? : “não posso dizer isso porque a minha lealdade para com o presidente da câmara e para com os restantes camaradas não me permite dizer se vou ou não vou. Imaginem que me sai o euromilhões; eu gosto muito da Covilhã, não deixava de ser socialista, não deixava de dar o meu contributo mas certamente que gostaria de ter uma vida mais calma”.

Carlos Martins só dá uma certeza em relação ao seu envolvimento no próximo processo eleitoral “eu estarei na primeira linha para que o Partido Socialista ganhe a câmara municipal, liderada pelo camarada Vítor Pereira, a assembleia municipal e o maior número de juntas de freguesia. Quando eu digo na linha da frente não me estou a referir à lista da câmara mas sim ao combate político que é necessário para que o PS ganhe as eleições. É essa a minha principal responsabilidade enquanto presidente da comissão política porque represento o PS a nível concelhio”.

O líder da concelhia refere que ao longo do mandato tem conversado com Vítor Pereira, a quem já manifestou o seu apoio. E por isso a indicação de que não vai integrar a lista à câmara municipal não corresponde à realidade “esta notícia não corresponde à verdade; eu e o camarada Vítor Pereira temos conversado muita vez sobre tudo. Somos amigos há muitos anos. Outra coisa é a existência de divergências pontuais mas isso acontece com todos os camaradas. Nós temos apenas um objectivo que é ganhar a câmara municipal da Covilhã e ele sabe perfeitamente que pode contar comigo para isso”.

Carlos Martins foi ainda confrontado com as afirmações do anterior presidente da comissão política, José Armando Serra dos Reis, que em entrevista ao programa “Flagrante Directo” da RCB afirmou que a concelhia devia ter assumido um papel mais activo ao longo do mandato para suprir a falta de uma maioria absoluta na autarquia covilhanense. Uma posição que não mereceu grandes comentários do líder da concelhia “eu não vou responder a isso porque o camarada Serra dos Reis faz parte da comissão política por inerência. Não sei por que motivo não esteve presente mas esses assuntos são tratados aqui dentro. E se estão à espera que o presidente da comissão política entre aqui numa telenovela para fazer comentários a algumas questões que irão surgir, eu não o vou fazer. Temos todos o mesmo objectivo que é ganhar as eleições em 2017”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados