RCB/TuneIn
Quarta, 28 Jun 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PS ENTREGA NOVO PROJECTO DE RESOLUÇÃO SOBRE ALMARAZ
Rádio Cova da Beira
O novo Projceto de Resolução tem como primeiro subscritor o líder parlamentar Carlos César , os deputados Hortense Martins e Eurico Brilhante Dias, eleitos pelo Distrito de Castelo Branco e outros deputados da Comissão de Ambiente e defende o encerramento da Central Nuclear de Almaraz.
Por Paulo Pinheiro em 06 de Feb de 2017

Os socialistas pretendem ver aprovado na Assembleia da República o documento que recomende ao Governo que efectue todas as diligências para que o Estado Português participe no processo de decisão da Central Nuclear de Almaraz e analise o processo do seu encerramento e que assegure o ajustamento dos planos de segurança e garanta a existência de meios preparados e formados para fazer face a um eventual acidente relacionado com o funcionamento da Central Nuclear de Almaraz.

A central nuclear de Almaraz situada a uma centena de quilómetros da fronteira com Portugal está em funcionamento desde 1981. Há 36 anos

"Dada a tipologia e característica da estrutura, o seu tempo de vida útil terminou em 2010. Porém e mesmo sem possuir os imperativos sistemas de segurança, o governo espanhol autorizou o prolongamento do funcionamento desta central até 2020", referem os deputados do Partido Socialista.

No Projecto de Resolução, o PS recorda que nos últimos anos tem sido relatada a ocorrência de diversos incidentes e

"Após a realização de testes de resistência por uma entidade independente, o relatório divulgado pela Greenpeace referiu que esta central nuclear não possui válvulas de segurança que previnam a explosão do hidrogénio, não possui medidas de gestão de acidentes eficazes de modo a proceder à contenção total da radioactividade em caso de acidente, não procede à avaliação dos riscos naturais, não possui sistemas de ventilação com filtro e é constituída por um design débil que a torna vulnerável a factores de risco externos acidentais ou premeditados. Posteriormente foram relatadas deficiências nos processos de refrigeração face à avaria dos motores das bombas de água. Relativamente às preocupações manifestadas pelo governo português, as autoridades espanholas foram referindo “garantias de segurança”.

Confrontado com a intenção da construção de um Armazém Temporário Individualizado (ATI) na central nuclear de Almaraz, o Governo Português apresentou à Comissão Europeia uma queixa, no passado dia 16/1/2017, solicitando o reconhecimento do incumprimento da Diretiva de Avaliação de Impacte Ambiental (AIA), bem como a suspensão de todos os actos e procedimentos tendentes à construção do ATI.

Os deputados do PS defendem o encerramento da Central Nuclear de Almaraz. 

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados