RCB/TuneIn
Quarta, 18 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
PENAMACOR BATE ALCAINS NOS DESCONTOS
O Penamacor, com uma primeira parte de grande n?vel, onde desperdi?ou um punhado de excelentes oportunidades para se colocar em vantagem, teve que esperar pelo per?odo de descontos, para festejar o golo... Ricardo Costa, mostrou que quem sabe, nunca esquece.
Por Rui Fazenda em 27 de Sep de 2009

A ADEP entrou a todo gás, nesta partida em que tinha como opositor o "vizinho" Alcains. Os comandados de Vítor Salvado desde cedo que tomaram a iniciativa de jogo, e a primeira oportunidade surgiu logo ao minuto 9, com Cláudio a rematar contra as pernas de um defesa Alcainense, com a bola a sobrar caprichosamente para Vasco, que sozinho na pequena área atirou por cima. Os homens de Alcains, ainda mal estavam refeitos deste susto, quando aos 10 minutos Manoel surgiu solto na cara do guarda redes Artur, permitindo a defesa do Keeper do Alcains. O "Pena" era nesta fase, uma formação dominadora. Aos 13 minutos, Cordeiro, com uma excelente abertura "descobriu" Cristophe, que entrou na área, cruzou, mas mais uma vez Artur esteve em excelente plano.

O Alcains só por volta dos 15 minutos conseguiu equilibrar as operações a meio campo e dessa forma refrear o ímpeto ofensivo do Penamacor.

Mas seria novamente o Penamacor a estar perto do golo, quando Manoel, aos 25 minutos, na sequência de um canto, permitiu mais uma excelente defesa a Artur.

O Alcains, só deu um ar da sua graça, aos 28 minutos, por intermédio de Mikael, que em lance individual rematou de ângulo difícil, permitindo a Oleh uma defesa apertada. Aos 35 minutos, os homens de Penamacor reclamaram uma grande penalidade, para punir uma eventual mão de um jogador do Alcains na área de rigor. João Brás, bem colocado nada assinalou.

Mesmo em cima dos 45 minutos, Tomás encheu o pé e de muito longe rematou, levando o esférico a bater com estrondo na barra da baliza de Artur, na recarga João Paulo com a baliza deserta atirou por cima.

O intervalo, chegou com 0-0, um resultado que penalizava a ineficácia ofensiva do Penamacor.

Para o segundo tempo, ambas as formações surgiram com alterações. Vítor Salvado, lançou Carlitos para o lugar de Cordeiro e Maki deixou nos balneários Quelhas e lançou na partida Toninho.

O segundo tempo, foi mais equilibrado, se bem que, foi o Penamacor a continuar a ter mais posse de bola, mas a não conseguir criar as oportunidades de golo que criou ao longo dos primeiros 45 minutos.

Do segundo tempo, destaque para mais uma bola no ferro da baliza do Alcains, decorria o minuto 51. Foi Tomás num centro/remate que levou a bola a beijar a barra da baliza de Artur. O Alcains, respondeu dois minutos depois, com Frank na direita a conseguir espaço para cruzar a bola para o segundo poste onde apareceu Mikael a rematar para defesa apertada de Oleh para canto.

O jogo ia perdendo qualidade, com a bola a chegar cada vez menos, junto das balizas. E foi já no minuto 4 dos descontos, dados por João Brás, que Sérgio Rebordão bateu tenso um livre junto a linha lateral, a bola sobrevoou os centrais do Alcains e Ricardo Costa que acreditou, de cabeça atirou para o funda da baliza, fazendo um golo de belo efeito, levando ao delírio os adeptos do Penamacor. A experiência e a matreirice de Ricardo Costa foram determinantes para marcar à sua anterior equipa e dar de mão beijada 3 pontos ao Penamacorense.

Vitória justa do Penamacor, sobretudo pelo que fez nos primeiros 45 minutos.

João Brás e seus pares estiveram em bom plano.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados