RCB/TuneIn
Segunda, 11 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“NÃO HÁ NENHUMA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA”
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal da Covilhã não considera necessária a realização de uma reunião entre a autarquia e as instituições que prestam apoio social para fazer face a uma situação de emergência naquele concelho.
Por Nuno Miguel em 27 de Jan de 2017

A questão foi abordada na última reunião pública do executivo pela bancada do movimento “Acreditar Covilhã”. De acordo com Nuno Reis a realização desse encontro iria permitir priorizar as situações que necessitam de maior atenção e evitar, em alguns casos, uma duplicação das ajudas “acho que era muito importante que todos nos pudéssemos sentar, numa reunião extraordinária, uma vez que temos aqui debatido, por várias vezes, estas situações. Todos sabemos as dificuldades porque a população da Covilhã passa neste momento e era muito importante definir objectivos, linhas orientadoras de trabalho e evitar algumas situações de duplicação e que leva as instituições a despender meios de forma desnecessária”.

Na resposta, Vítor Pereira sublinha que a questão do apoio social vai continuar a merecer uma atenção especial por parte da autarquia mas afirma que os problemas não são tão graves que justifiquem a realização da reunião defendida pelo vereador do «MAC»: “infelizmente o nosso concelho e o nosso país continuam a ter problemas sociais que nós não desejávamos que acontecessem mas não me parece que o grau de gravidade seja tão grande para se realizar uma espécie de cimeira de urgência. As respostas estão a ser dadas, as instituições e a câmara estão articuladas, a funcionar e tem capacidade para dar resposta num caso de urgência. Por isso não vejo que exista a necessidade de promover essa reunião”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados