RCB/TuneIn
Sábado, 22 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“CHEIROS SOLIDÁRIOS” CHEGAM AO MERCADO
Rádio Cova da Beira
A APPACDM da Covilhã deu início ao projecto de comercialização de ambientadores para automóveis. Uma ideia que foi distinguida em 2015 com um prémio de valor social pela “Cepsa”, cabendo à empresa a comercialização desses ambientadores no seu posto de combustível depois de ter disponibilizado um montante financeiro para apoiar a concretização da ideia.
Por Nuno Miguel em 27 de Jan de 2017

Todos os ambientadores são confeccionados nos ateliers dinamizados no centro de actividades ocupacionais da APPACDM da Covilhã e, de acordo com o presidente da direcção, a iniciativa permite melhorar as competências dos cidadãos portadores de deficiência e estreitar a sua ligação à comunidade “para nós este tipo de iniciativas é sempre muito importante porque, por um lado, faz com que os jovens que estão no nosso centro de actividades ocupacionais tenham mais uma tarefa uma vez que são eles próprios que confeccionam individualmente cada um dos ambientadores, o que lhes permite desenvolver competências por exemplo ao nível da motricidade fina. Por outro lado é muito bom mostrar o trabalho que desenvolvemos para fora da instituição, os próprios jovens tem oportunidade de ver reflectido em termos públicos o trabalho que desenvolvem no seu dia a dia”. 

Para já estão à venda 150 ambientadores com os aromas de Amêndoa, Morango e Aloé Vera mas caso exista uma grande receptividade por parte do público, António Marques refere que há capacidade para aumentar a produção “naturalmente que temos alguma expectativa em ver qual vai ser a resposta por parte do público e se o impacto for bom temos de encontrar capacidade para produzir mais sempre de acordo com o timing dos jovens porque não temos uma produção industrial”.

Fernando Pereira, responsável da “Cepsa” na Covilhã acredita no sucesso desta iniciativa e faz votos para que o projecto possa ser alargado a outros postos de combustível da marca existentes do país “foi com muito gosto que desde a primeira hora estive ao lado deste projecto e que aceitei o convite para ser o padrinho e que acabou por ser contemplado. Pela parte que me toca colaborei dentro do que pude, embora o meu trabalho só agora se vai intensificar ao nível da comercialização deste ambientador e espero que num futuro próximo esta vossa iniciativa e o produto possa ser alargado a outros postos a nível nacional”.

O custo unitário de cada ambientador é de dois euros. Todo o proveito da comercialização vai reverter para a APPACDM da Covilhã.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados