RCB/TuneIn
S√°bado, 16 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
BOIDOBRA: PRESIDENTE DO RANCHO CONCORRE A NOVO MANDATO
Rádio Cova da Beira
Paulo Jer√≥nimo vai recandidatar-se √† presid√™ncia da direc√ß√£o do rancho folcl√≥rico da Boidobra. O acto eleitoral est√° marcado para o pr√≥ximo dia sete de Dezembro. O an√ļncio feito pelo actual l√≠der directiva da associa√ß√£o no decorrer de um almo√ßo para assinalar o arranque das actividades para a nova temporada do rancho.
Por Nuno Miguel em 30 de Nov de 2016

Paulo Jerónimo refere que a principal motivação para esta decisão está relacionada com a conclusão das obras na sede social da associação “o nosso objectivo prioritário é chegar ao final do mandato e termos a sede concluída; como toda a gente sabe fomos um dos vencedores da primeira edição do orçamento participativo que foi promovido pela câmara da Covilhã e agora queremos colocar essa ideia em prática. O protocolo com a autarquia já foi assinado e agora é só uma questão de agilizar as verbas porque, da nossa parte, estamos prontos para arrancar com as obras”.

Caso seja reeleito, Paulo Jerónimo refere que uma das primeiras missões da nova direcção passa pela elaboração do plano de actividades para 2017 mas garante, desde já, que algumas iniciativas desenvolvidas nos últimos anos vão ter continuidade “temos o cantar dos martírios para que as gerações vindouras continuem a conhecer as tradições que se costumavam assinalar na quaresma; para além disso vamos também continuar a promover outras actividades que nasceram com o objectivo de nos ajudar a ter receitas para financiar a nossa actividade, como é o caso da festa das papas, que começou por ser uma coisa muito pequenina mas que se foi afirmando como uma das principais actividades do concelho nessa data. Temos também outras como a feira à moda antiga e o mercadinho de natal e dentro do plano de actividades que vamos elaborar para o próximo ano temos também previstas algumas novas iniciativas”.

No último verão o rancho folclórico da Boidobra realizou uma digressão à Alemanha depois de durante seis anos não ter efectuado qualquer saída ao estrangeiro. Paulo Jerónimo refere que se tratou de uma aposta bem sucedida mas o regresso aos palcos internacionais não é uma prioridade para 2017 “nós tivemos um empreendimento muito grande que foi o centro interpretativo de artes tradicionais e que nos obrigou a um grande esforço em termos financeiros. Felizmente as coisas começam a ficar melhor e por isso mesmo já efectuámos este ano uma deslocação de dez dias à Alemanha que correu muitíssimo bem. Uma deslocação ao estrangeiro tem custos demasiado elevados e é algo que não podemos fazer todos os anos”.

No que respeita à composição dos restantes órgãos sociais, Francisco Machado deve também continuar como presidente da assembleia geral e José Pinto do conselho fiscal.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados