RCB/TuneIn
Sexta, 23 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÔŅĹTICA
FUNDÃO: PS ESTRANHA CHUMBO DO TRIBUNAL DE CONTAS
Rádio Cova da Beira
O chumbo do Tribunal de Contas (TC) √† proposta da C√Ęmara Municipal do Fund√£o de contrata√ß√£o de um empr√©stimo banc√°rio para assegurar a reestrutura√ß√£o da d√≠vida continua a gerar coment√°rios. Em entrevista √† RCB, a l√≠der da concelhia do PS do Fund√£o diz estranhar a decis√£o do TC e mostra-se muito preocupado com a situa√ß√£o.
Por Paulo Pinheiro em 24 de Nov de 2016

O PS já tinha referido que se o Tribunal de Contas não tivesse chumbado a pretensão do município, os fundanenses veriam ainda mais comprometido o seu futuro "em nome de uma estratégia ruinosa". O PSD do Fundão não perdeu tempo e mostrou-se estupefacto com a "incoerência, demagogia e populismo" dos socialistas perante aquilo que consideram ser um acto de boa gestão para a redução das taxas de juro. O PSD acusou o PS de se apresentar "com um carácter esquizofrénico à população do Fundão" dado que "aprova as ações critica a câmara municipal por executa-las". 

A presidente da concelhia do PS do Fundão garante que o PS voltaria a votar favoravelmente "dado que é um acto de gestão correto" mas estranha a decisão do Tribunal de Contas 

"O que nos fez acender as campainhas foi o facto do Tribunal de Contas, que é um órgão autónomo e independente, chumbar uma operação destas, porquê? No domínio das hipóteses a decisão leva-nos pensar das duas uma: ou a proposta que a câmara municipal do Fundão apresenta ao TC não é suficientemente clara que é para pagar empréstimo já feito, e a ser assim o Tribunal encara-a como outro empréstimo para continuar a fazer aquilo que tão bem esta câmara do PSD sabe fazer (endividamento). Desta forma, é perfeitamente compreensível e eu aplaudo a decisão do Tribunal de Contas porque não é garantia para aquilo que aprovámos na câmara e assembleia municipal. Refiro mais uma vez,  estamos no campo das hipóteses porque há muito bruaá à volta do assunto e é preciso que nos entendamos" .

Para Conceição Martins, a posição assumido pelo Tribunal pode indicar uma outra situação

" Vocês (CMF) estão extremamente endividados, já foram o PAEL, e com este quadro não existe a hipótese  de fazerem outras variantes de reduzir a despesa que não seja aquilo que possibilita o plano de recuperação de endividamento das autarquias. Se assim for, é muito preocupante. É um colete de forças ainda maior que aquele que andamos a alertar há muito tempo".

Rejeitando a acusação do PSD de esquizofrenia, "até porque é uma doença mental com muitas variantes e leituras diferentes", o PS afirma que a leitura que faz da situação "é de muita preocupação". 

Para a presidente da concelhia do Partido Socialista do Fundão, se nada for alterado e o processo das Águas do Zêzere e Côa (AZC) for concluído. é inevitável que o município do Fundão tenha que recorrer ao Fundão de Apoio Municipal (FAM) 

" Ao longo dos anos, o dossier AZC foi tudo menos prudente pela actual gestão PSD na câmara municipal do Fundão. O valor correto e final ninguém o conhece mas se associarmos a isso o valor que é sempre inscrito para vir a face a esse processo, o presidente da CMF não terá alternativa senão recorrer ao FAM, embora ele venha logo dizer que é o melhor que pode acontecer ao município. Só vai ao FAM e ao PAEL os municípios  que contraíram divida muito para além daquilo que era suposto fazer. Sabemos que o nosso município tem uma dívida de mais de 2.5 acima do que é a sua capacidade de endividamento".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados