RCB/TuneIn
Sexta, 10 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CHCB: GOVERNO ESTUDA MUDANÇA DO MODELO DE GESTÃO
Rádio Cova da Beira
O governo está a estudar a mudança do modelo de gestão do Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB). A criação de uma Unidade Local de Saúde (ULS) que integre os centros de saúde da Cova da Beira e os hospitais de Covilhã e Fundão, poderá ser uma realidade no próximo ano, dependendo das conclusões do grupo de trabalho que foi criado para o efeito.
Por Paula Brito em 24 de Oct de 2016
“É uma possibilidade que está em cima da mesa, mas não está nada definido ainda, mas é uma questão que está a ser fortemente encarada. Está um grupo de trabalho a estudar isso e pode ser que em 2017 haja novidades nessa matéria”, admite o secretário de estado da saúde, Manuel Delgado.

Para além de uma “maior articulação” entre os cuidados de saúde primários e hospitalares, a criação de uma ULS implica também, segundo o governante uma mudança no modelo de financiamento “passa a ser de acordo com a saúde e não com a doença”, ou seja, “é uma estratégia de risco para o estado que financia, não em função do número de doentes que aparecem, mas em função do número de residentes”.

O governante falava aos jornalistas em Castelo Branco, depois da apresentação do projecto de remodelação do serviço de urgência do hospital Amato Lusitano. Uma obra que irá custar 203 mil euros e que segundo o administrador da ULS de Castelo Branco, Rui Filipe, vai aumentar o espaço, o conforto e melhorar a funcionalidade do serviço, desde a triagem de Manchester, que classifica a urgência através de cores “os doentes laranjas passam a ter uma sala de espera com a devida privacidade de 16 metros quadrados, os doentes amarelos passam a ter uma sala de espera de 40 metros quadrados com instalações sanitárias próprias, actualmente só temos uma sala de triagem e passaremos a ter duas o que nos permite ter maior capacidade de resposta, ficaremos então com um parque de macas, com uma sala de espera condigna com mais do dobro da actual e uma entrada separada de doentes emergentes dos restantes, para maior privacidade e atendimento mais rápido”.

Requalificado vai ser também o centro de saúde da Sertã, uma requalificação integral do espaço que vai ter um Serviço de Atendimento Permanente (24 horas). 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados