RCB/TuneIn
Sexta, 10 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PSD DO FUNDÃO: JEAN BARROCA RECANDIDATA-SE
Rádio Cova da Beira
Jean Barroca surpreso com a atitude do vice-presidente da câmara municipal do Fundão. Em entrevista à RCB, Miguel Gavinhos disse que a concelhia do PSD anda adormecida e não tem agenda própria.
Por Paulo Pinheiro em 24 de Oct de 2016

O actual presidente da comissão política reage e em declarações à Rádio Cova da Beira, diz-se surpreso com a atitude do anterior líder da concelhia por não ter utilizado os órgãos próprios do PSD para o fazer

“Não me surpreende uma opinião divergente, surpreende-me de alguém com responsabilidades camarárias que tenha este tipo de atitude na comunicação social sem usar as estruturas e órgãos próprios do partido para fazer uma discussão salutar que é necessária. Tanto mais que se aproxima um momento importante que é o balanço de dois anos de mandato da comissão política e essa discussão interna vai-se fazer”, afirma o presidente da concelhia. 

Jean Barroca refere que “o PSD é um partido livre e, por isso, é legítimo que as pessoas tenham a sua opinião”, mas discorda do vice-presidente porque, entre outras razões, "a intervenção de uma concelhia não se mede pela quantidade de presenças na internet".

“Discordo inteiramente da opinião de Miguel Gavinhos. A concelhia não está adormecida de maneira nenhuma. A nossa perspectiva pode ser diferente na abordagem e não acredito que o trabalho de uma comissão política se meça em decibéis ou em quantidade de presenças na internet ou na comunicação social. Acredito que o trabalho de uma concelhia deve basear-se, sobretudo na nossa que tem como principal pilar o apoio ao projecto autárquico do Fundão, em ouvir as pessoas. É isso que temos feito, ouvido e trabalho com as pessoas e tem levado a voz dos cidadãos à câmara”. 

O actual presidente da concelhia do PSD do Fundão adianta que as eleições para aquele órgão político realizam-se até final do ano e anuncia que se recandidata ao cargo

“Sim vou recandidatar-me. O PSD do Fundão terá uma agenda nas próximas autárquicas e acredito que trago valor e diversidade para essa discussão. A minha carreira política permite-me hoje dizer claramente que acrescento valor à discussão política do concelho e à discussão política do PSD do Fundão. Tenho tido imensos telefonemas de apoio e incentivo a continuar o trabalho fazendo reajustes na comissão política e uma renovação que também é necessária”, conclui.

Jean Barroca é novamente candidato à presidência da concelhia do PSD do Fundão, defende o aparecimento de outras candidaturas e à crítica de que não tem tempo para o cargo afirma “a concelhia não é uma pessoa é uma equipa”.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados