RCB/TuneIn
Sábado, 26 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CMC APROVA CONCURSOS
Rádio Cova da Beira
A câmara municipal da Covilhã aprovou por unanimidade a abertura do procedimento de contratação pública para a requalificação da escola secundária Frei Heitor Pinto. A obra que representa um investimento na ordem dos três milhões e 300 mil euros e está incluída no pacto para o desenvolvimento territorial assinado pela comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.
Por Nuno Miguel em 22 de Oct de 2016
De acordo com Vítor Pereira trata-se de uma intervenção há muito reivindicada pela comunidade educativa uma vez que se trata de um estabelecimento de ensino com mais de 80 anos e que nunca foi alvo de uma requalificação profunda “ainda na sessão solene do dia da cidade, que decorreu na passada quinta-feira, puderam ouvir o senhor director do agrupamento referir que a escola sede apenas teve pequenas reparações ao longo dos anos e neste momento está muito degradada; caso esta intervenção não fosse executada deixava de haver condições para ali ser ministrado o ensino de qualidade que ao longo dos anos tem sido feito”.

 

Na reunião pública do executivo desta manhã foi também aprovado a abertura do procedimento para a requalificação do pavilhão desportivo da escola EB 2/3 do Paul. Uma obra que vai custar cerca de 200 mil euros. A autarquia vai agora procurar encontrar a melhor forma para financiar a intervenção dado que aquele estabelecimento de ensino está inserido no agrupamento de escolas Frei Heitor Pinto “temos que encontrar a melhor solução para enquadrar essa obra; é uma intervenção que nos preocupa há muito tempo porque é um pavilhão que tem uma cobertura em fibrocimento, está em vias de deixar de ser utilizado e para nós é uma questão muito urgente. Queremos proporcionar um espaço às crianças e jovens da zona sul do nosso concelho onde eles possam praticar as modalidades desportivas inerentes à actividade escolar e outras que possam ser dinamizadas. Vamos tentar que seja possível esta intervenção ao abrigo do financiamento para o agrupamento mas, se tal não for possível, vamos encontrar outra forma de executar a obra”.

 

Uma reunião do executivo que ficou ainda marcada pela aprovação, também por unanimidade, do arrendamento do bar restaurante do rossio do rato à cada do Benfica da Covilhã. A autarquia abriu concurso para a gestão do espaço para não recebeu qualquer proposta e foi posteriormente contactada pela direcção da colectividade para arrendar o edifício e também ali instalar a sua sede social, comprometendo-se a fazer obras de requalificação no valor de 300 mil euros. Uma verba que será diluída no pagamento mensal das rendas.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados