RCB/TuneIn
Sexta, 10 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
LINCE IBÉRICO NA MALCATA: RENASCE A ESPERANÇA
Rádio Cova da Beira
Os municípios de Penamacor, Sabugal, Castelo de Vide e a EDIA (Empresa de Desenvolvimento de Infraestruturas do Alqueva) integram um projeto que pretende reintroduzir o felino mais ameaçado do mundo, na Malcata. Depois da exclusão pelo anterior Governo daquela área natural do porjhteo Life+Iberlince, medida fortemente criticada pelos autarcas, há novamente uma "luz ao fundo do túnel".
Por Paulo Pinheiro em 27 de Sep de 2016

Chama-se "Linx 2020" o projeto de reintrodução do lince ibérico nas serras da Malcata, São Mamede e Moura /Barrancos via sr candidatado oa Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Usos de Recursos (POSEUR), através de um aviso destinado à preservação do lince-ibérico, e prevê um investimento de um milhão de euros. A informação foi prestada pelo presidente da câmara municipal de Penamacor na última reunião público do executivo. 

António Beites espera que a candidatura  seja aprovada até final do ano para que em 2017 possam ser implementadas medidas no terreno "para que nos próximos anos possamos criar novamente condições para o habitat  e o lince-ibérico possa ser reintroduzido na Serra da Malcata", refere o edil.

O projeto prevê a criação requalificação de cercados para a reprodução do coelho bravo, principal alimento do lince, a criação de mouroços, a realização de sementeiras e ações de controlo das espécies predadoras. Em Sabugal já existe um parque de reprodução de coelho bravo pronto a entrar em funcionamento enquanto em Penamacor é necessário reabilitar o existente.

De acordo com o presidente da câmara municipal de Penamacor, o "Lindx 2020" é um processo diferente do "Life+Iberlince" (que também promove a reintrodução do lince na Península Ibérica), do qual a Malcata acabaria afastada pelo anterior Governo, "mas temos parâmetros de comuns porque só faz sentido casando uma coisa com a outra" acrescentando que "era excelente para todos nós se, no futuro, conseguíssemos comprovar ter desligado a Malcata do programa Life foi um erro na anterior legislatura  governativa", defende o presidente da câmara de Penamacor.

António Beites destaca a vertente turística que o regresso do lince-ibérico à Malcata pode trazer à região "queremos voltar a tê-lo nos nossos territórios, até pelo elevado potencial turístico que lhe pode estar associado" .

Na reunião pública da câmara, Pedro Folgado, vereador do Movimento Juntos Por Penamacor, não deixou passar a oportunidade para garantir

"Se alguém defende  a reintrodução do lince-ibérico na Serra da Malcata somos nós (vereadores da bancada da oposição) que sempre demos todo o apoio ao presidente da câmara para todas as medidas desenvolvidas". Quanto ao afastamento da Malcata do projeto Life "lamentamos que assim tenha acontecido".

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados