RCB/TuneIn
Quarta, 13 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CASTELO BRANCO: NÚCLEO DO PDR DEMITE-SE
Rádio Cova da Beira
Os membros do núcleo de Castelo Branco do Partido Democrático Republicano (PDR) demitiram-se. Em conferência de imprensa, José Lagiosa, que até aqui liderava a estutura, anunciou a decisão
Por Paulo Pinheiro em 22 de Sep de 2016

"Procedi à entrega, no último sábado 10 de setembro, em mão na secretaria do PDR, imediatamente antes da realização do Conselho Nacional de dezoito pedidos de demissão de filiados fundadores do núcleo de Castelo Branco do PDR, entre os quais os de André Mateus, de Patrícia Oliveira, de Mário Mendes e de Ricardo Santana" adiantando "eu próprio apresentei durante o Conselho Nacional ao presidente Marinho e Pinto, olhos nos olhos, as razões que me levaram a entregar a minha renúncia de dirigente nacional no Conselho Nacional e do próprio partido, o PDR", revelou em conferência de imprensa José Lagiosa. 

São diversas as razões apontadas para abandonarem o PDR, a começar pela primeira assembleia de filiados, em Maio de 2015

"O trajeto de consolidação organizativa foi um desastre, o programa eleitoral nacional, mostrou-se desfasado das necessidades de um partido novo, a planificação da campanha eleitoral foi arcaica e inconsistente, os tempos de antena na TV “arrepiantes” em qualidade e mensagem e se em maio as coisas já tinham corrido mal, em outubro pioraram sem o PDR ter conseguido eleger, pelo menos um deputado a nível nacional", refere

 

"A teimosia do presidente Marinho e Pinto em manter o PDR em “hibernação”, até, pelo menos, finais de setembro de 2016", o "caso Braga", a ausência de posição sobre temas quentes da política nacional", são outras justificações apresentadas para a demissão dos membros do núcleo de Castelo Branco do Partido Democrático Republicano.

"Consideramos que este “silêncio ensurdecedor” vai acabar, mais tarde ou mais cedo, com o partido por omissão política... A imagem que há, no exterior mas também em muitos de nós, em relação ao PDR é que deixou de existir, demitiu-se do combate político", defende José Lagiosa.

Com a decisão tomada, os membros demissionários afirmam "passamos a ser novamente homens livres! Homens de pensamento livre que nunca deixámos de ser. Livres de disciplinas partidárias", concluindo que "chegámos, bem ou mal, o futuro se encarregará de dar a resposta a esta questão, à conclusão de que o PDR chegou ao fim da linha. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados