RCB/TuneIn
Domingo, 20 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
MAC PROPÕE PACTO PARA INVERTER EFEITOS DA INTERIORIDADE
Rádio Cova da Beira
Pedro Farromba propõe “pacto urgente” a celebrar entre a CIM das Beiras e Serra da Estrela e o governo com o objectivo de inverter a tendência de esvaziamento do interior patente nos números que apresentou na última reunião pública sobre a Covilhã, e que, ainda assim, “são os melhores de todos os concelhos da CIM”.
Por Paula Brito em 21 de Sep de 2016

Referindo-se ao período de 2001 a 2014, o autarca do Movimento Acreditar Covilhã fala de uma redução de 9% da população residente, 14% da população jovem, um aumento de 27% de idosos, de 184% de sociedades dissolvidas e um decréscimo de 25% de sociedades constituídas. Alguns dos números que segundo o autarca devem levar a Covilhã e a região a agir “penso que este é um assunto que nos diz respeito a nós e a todos os municípios da CIM, o que eu proponho é um pacto urgente com o governo para que este número possam ser minimizados e se possível reduzidos”.

Vítor Pereira fala em “exercício de apoucamento do concelho da Covilhã” e diz que Pedro Farromba passou, com estes números, um “atestado de incompetência” ao PSD “esteve a fazer o diagnóstico da gestão PSD no nosso concelho durante 20 anos, este diagnóstico só tem essa virtualidade, foi um atestado de incompetência de governação do PSD”.

Na resposta, Pedro Farromba lamentou a postura do autarca “o que o senhor aqui veio fazer foi a pequenina política, a politicazinha do vão de escada, e é nessa realidade que estamos a cair hoje, e para terminar deixe-me dizer-lhe que se olhar para os números da empresas e empregos se comparar os 3 anos em que eu tive essa responsabilidade com os três anos em que o senhor cá está é uma diferença da noite para o dia”.

O presidente da câmara da Covilhã diz que os números apresentados pelo vereador do MAC são conhecidos da CIM “e foram apresentados ao governo aquando da celebração do pacto para o território”, salientando mais uma vez o facto do vereador ter feito o balanço da governação do PSD na Covilhã de 20 anos de obras “sem investimento reprodutivo de que a ponte da carpinteira é o expoente máximo”. Pedro Farromba lamentou não poder criticar a obra do actual executivo porque “simplesmente não fez obra nenhuma”. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados