RCB/TuneIn
Segunda, 01 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
DESFILE RECRIA STA. LUZIA DE OUTROS TEMPOS
Rádio Cova da Beira
Dezenas de carros enfeitados com centenas de pessoas, de ranchos, grupos de bombos e de cantares do concelho, recriaram a Sta. Luzia de outros tempos em que os romeiros chegavam a pé, de carros de bois, de tractores, de toda a região, movidos pela fé e devoção à santa. Padroeira da vista e pela festa que lhe está associada.

Por Paula Brito em 15 de Sep de 2016
Este ano a Irmandade de Sta. Luzia, com o apoio do município e a mobilização dos grupos recriou a romaria de  numa manifestação que levou Paulo Fernandes a afirmar que o concelho “está vivo e recomenda-se” e o feriado municipal só faz sentido neste dia “num concelho onde a tradição, o património imaterial, a forma das pessoas estarem e viverem colectivamente tem o peso que tem no concelho do Fundão, a Sta. Luzia deve continuar para sempre a ser o nosso feriado municipal”.

Para o padre António Gama, esta manifestação de cultura popular fazia falta à grande manifestação de fé que é a Sta. Luzia “a fé alimenta o espírito e os corpos, e julgo que viver a fé é também viver isto. É óptimo que esta tradição tenha sido ressuscitada, era uma alegria que estava a fazer falta”.

Para a vice presidente da Irmandade de Sta. Luzia, Rosário Janeira, esta é uma forma de mostrar às gerações futuras as tradições dos seus antepassados e cativá-las para não deixarem morrer a romaria “foi isso que quisemos mostrar aos nossos jovens, para que não deixem que esta alegria acabe, esperamos que os nossos jovens se vão enraizando nesta tradição que não podemos deixar morrer”.

Os romeiros e romeiras, trajados a rigor, entoavam os cânticos típicos da festa, recriavam as tradições e à RCB recordavam como era a Sta. Luzia de outros tempos (oiça o som)


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados