RCB/TuneIn
Quarta, 27 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
OBVIAMENTE “DEMITAM-SE”
Rádio Cova da Beira
O presidente da direcção da Associação Cultural dos Amigos da Serra da Estrela pede a demissão de quem superintende o Parque Natural da Serra da Estrela, “à distância” e com “prepotência”. Em entrevista à RCB, José Maria Saraiva diz que este é o único caminho a seguir.
Por Paula Brito em 24 de Aug de 2016

Outras da categoria:

“Por aquilo que está a acontecer e por aquilo que não tem acontecido, o responsável pelo parque deveria colocar o lugar à disposição, não tem condições para continuar”.

José Maria Saraiva vê com muita preocupação o que está a ser feito, e principalmente o que não está a ser feito pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICN-F)  e Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) “estamos muito preocupados por aquilo que não estamos a ver fazer, há uma ausência, um alheamento total e uma prepotência, que é mais grave ainda, fazem uma leitura da lei profundamente perversa”.

Presidente da direcção da Associação Cultural dos Amigos da Serra da Estrela há 10 anos, José Maria Saraiva entende que a Serra está hoje pior do que há uma década atrás “tirando a questão dos vendedores ambulantes que estavam na torre, a situação agravou-se muito mais a serra está mais desertificada, com menos vegetação, com o mundo automóvel mais na Serra do que as pessoas, aliás começa a sentir-se uma perseguição às pessoas em caminhar quando nós defendemos precisamente o contrário”.

As preocupações do presidente da Associação Cultural dos Amigos da Serra da Estrela em entrevista ao programa Flagrante da RCB.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados