RCB/TuneIn
Segunda, 06 Dez 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"SORRISO" EMOCIONA ESPETADORES
Rádio Cova da Beira
As lágrimas correram nos rostos de alguns espetadores que assistiram sábado, junto ao Casino Fundanense, à peça "Sorriso" pelo "Teatro Só". Foi o resultado de dez dias de uma residência artística efetuada no Fundão pela companhia portuguesa, sediada em Berlim, liderada por Sérgio Fernandes, que tem a seu cargo a encenação e a dramaturgia e juntamente com Catia Santos a interpretação.
Por Paulo Pinheiro em 22 de Aug de 2016

Através do teatro de imagens, poesia visual, historias sem palavras apoiadas no gesto e corpo do actor, como principal ferramenta e forma de comunicação cénica, a companhia trabalha um tema da atualidade, a solidão, não pelo desespero das personagens, "mas pela reflexão dos gestos e pela gratidão da memória. Não há melhor palavra definir este trabalho do que recordação", refere a "Teatro Só". 

Ao longo do espetáculo,integrado no Teatro Agosto, que se cruzou com o último fim-de-semana com o "Cale e SangriAgosto", a interacção com o publico é constante e envolvente. Uma história contada através de um trabalho multidisciplinar no qual se cruza o teatro físico, técnica da máscara, artes circenses, música, instalação e artes plásticas originando teatro visual. 

Para Sérgio Fernandes, que integrou o elenco ESTE, companhia que foi uma das suas bases de trabalho,"adorei regressar ao TeatroAgosto e ao Fundão, após um interregno de quatro anos, a convite da Estação Teatral"

O Teatro Só vai continuar a mostrar o seu trabalho em vários países e vai começar a preparar um novo trabalho.

O espetáculo "Sorriso"  tem como compositor musical Ferdinand Breil; guarda roupa e adereços Ana Baleia e os cenários de Luís Santos e Eddise Dopner.

 

Também no sábado, junto à Igreja Matriz do Fundão, muitas dezenas de pessoas assistiram ao espetáculo "A maré do amor sem fim" pela companhia brasileira do "Nariz de Cogumelo". Entre flores, amores e risos, "A maré do amor sem fim" une comédia, drama e romance em um sensível produção. O grupo representou ainda em Silvares e Alcaide a peça "É das palhaças que les gostam mais". 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados