RCB/TuneIn
Terça, 17 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
PENAMACOR: FACEP DIVIDE MAIORIA E OPOSI??O
A feira de actividades econ?micas de Penamacor (FACEP) esteve em destaque na reuni?o p?blica do executivo camar?rio. A oposi??o defende que o certame n?o serve os objectivos e que tem um peso excessivo no or?amento da vila, argumentos rejeitados pela maioria.
Por César Duarte Ferreira em 19 de Jul de 2007

          A FACEP não tem conseguido o objectivo de dinamizar as actividades económicas do concelho. Foi a crítica deixada por Vitor Gabriel, vereador da oposição no executivo penamacorense. Para o autarca a feira tem apenas um caracter lúdico-festivo sendo o investimento  demasiado elevado para o retorno desejado ao nível de visitantes e expositores. Vitor Gabriel acrescenta, ainda, "que a feira está cada vez mais virada para dentro do concelho" e falha redondamente na pretensão de atrair mais gente e conseguir cativar as grandes empresas de Penamacor.
        Do lado da maioria, o entedimento sobre o certame é diferente. Ilidia Cruchinho defendeu que a FACEP tem todas as razões para continuar, pois é um pólo de atracção de visitantes de todas as regiões do país e de vendedores que , este ano, esgotaram  o espaço da feira. Domingos Torrão, presidente da edilidade, salientou que o evento é muito importante para a vila mas que o retorno do investimento não pode ser quantificado de imediato
       A FACEP dominou, por mais um ano, os assuntos da reunião camarária que aprovou, também, subsídios  à Santa Casa da Misericórdia, e ao 3º encontro Motard "os Cágados". 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados