RCB/TuneIn
Domingo, 31 Mai 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PS CRITICA CMC
O contrato celebrado com a nova concession?ria dos transportes na Covilh? ? desastroso para os cofres da c?mara municipal. A avalia??o ? feita pelo PS Covilh?. Em comunicado, a concelhia do partido socialista da Covilh? classifica de ?enorme trapalhada? a decis?o da maioria do PSD na autarquia no ?mbito dos procedimentos administrativos com vista ? nova concess?o.
Por Paulo Pinheiro em 27 de Aug de 2009

De acordo com os socialistas, o contrato implica o pagamento de uma subvenção, actualizada anualmente, de mais de 38 mil euros mensais. No prazo estabelecido pelo documento, a câmara pagará mais que o valor de custo das viaturas a serem adquiridas.

Nas contas efectuadas pelo partido socialista, a edilidade, para além do compromisso de passageiros por ano e dos passes sociais financiados pelo município, vai pagar nos próximos dez anos mais de quatro milhões e meio de euros à empresa.

Recordando o endividamento da câmara, que classifica de colossal e coloca a Covilhã nos dez municípios mais endividados do país, a concelhia do PSD covilhanense afirma ainda que os dois contratos provisórios celebrados com a nova empresa, antes do visto do Tribunal de Contas, fizeram desembolsar à autarquia 37.500 euros no 1º e 57 500 no segundo, acima do estipulado no documento definitivo, refere o PS.

Para concelhia do PS da Covilhã “a maioria PSD na autarquia não acautelou os interesses dos covilhanenses e demonstrou incapacidade para gerir o processo.Depois de conhecer o valor efectivo da subvenção paga pela câmara à empresa, agora com o aval do Tribunal de Contas, os socialistas prometem avaliar novamente o processo.

De acordo com o PS, com os valores contratualizados seria possível constituir uma empresa pública que fornecesse o mesmo serviço por 10 anos e outros 10 com o mesmo nível de investimento.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados