RCB/TuneIn
Sábado, 24 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“UMA REDUÇÃO PÍFIA”
Rádio Cova da Beira
É desta forma que o coordenador da união de sindicatos de Castelo Branco classifica o anúncio do governo em avançar com uma redução de 15 por cento nas portagens a partir do próximo dia um de Agosto. De acordo com Luís Garra esta decisão não passa de “um passito de bebé”.
Por Nuno Miguel em 28 de Jul de 2016

Num artigo de opinião enviado aos órgãos de comunicação social o coordenador da união de sindicatos de Castelo Branco afirma que "não vou cair no ridículo de dizer que o desconto de 15 por cento é pior que nada, mas também não me peçam para ser hipócrita e dizer que estamos perante uma grande vitória”.

Luís Garra acrescenta que “uma redução de 15 por cento não vai dinamizar a economia, não vai tirar o interior do atraso e não vai melhorar o poder de compra dos que cá vivem e resistem. Infelizmente esta redução vem confirmar a distância que vai entre as promessas eleitorais e a prática política”. O coordenador da união de sindicatos afirma ainda que “o governo não teve coragem para enfrentar os interesses instalados e acabar com um contrato feito pelo defunto governo do PSD/CDS-PP com as PPP (Scutvias) que é ruinoso para o país, para a região, para as empresas, para o turismo e para as populações e optou por uma redução pífia, um passito de bebé".

O coordenador da união de sindicatos termina a sublinhar que este princípio de redução “já foi um ganho e tem que ser entendido como o início de um processo que tem que ser imparável até à abolição definitiva das portagens e que se inicia com o próximo orçamento de estado".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados