RCB/TuneIn
Terça, 18 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“QUALQUER ALTERAÇÃO PRECISA DE TEMPO”
Rádio Cova da Beira
O secretário de estado das autarquias locais admite que não devem ser introduzidas alterações de fundo ao mapa administrativo das freguesias antes das eleições autárquicas que vão decorrer no próximo ano.
Por Nuno Miguel em 24 de Jul de 2016
 

Embora sublinhe que a palavra final sobre a matéria cabe à assembleia da república, Carlos Miguel refere que qualquer alteração precisa de ser analisada com tempo e de forma ponderada para evitar que se cometam os mesmos erros do processo de fusão e agregação que foi implementado pelo anterior governo “nós vamos ter eleições autárquicas dentro de pouco mais de um ano e por isso qualquer alteração substancial e ponderada precisa de tempo. Sem tempo podemos correr o mesmo risco que já corremos na reforma que está em vigor. De qualquer maneira não nos podemos esquecer que esta é uma matéria de competência exclusiva da assembleia da república e embora o governo possa apresentar propostas a última palavra será sempre dos senhores deputados”. 

 

Já no que respeita à comunidade intermunicipal da Beira Baixa, que está a funcionar sem presidente desde que João Paulo Catarino assumiu funções como coordenador adjunto da unidade de missão para a valorização do interior, o governante sublinha que esse facto não enfraquece o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido “isso é uma questão de liderança; a comunidade continua a reunir, a fazer o seu trabalho e eu estou certo que num determinado momento os senhores presidentes de câmara irão chegar a um consenso sobre quem a deve presidir e não é por isso que há uma maior fragilidade.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados